F1: Alonso culpa Renault por desempenho no Canadá

Fernando Alonso culpou a Renault por seu desempenho no Grande Prêmio do Canadá, quando rodou na volta 45 e abandonou a prova. Para ele, a estratégia “terrível” de sua equipe custou a chance de uma vitória.

“A estratégia foi um grande engano. Nós poderíamos vencer a corrida se tivéssemos continuado na pista ao invés de ter parado nos boxes com o safety car”, declarou.

Apesar de ocupar a terceira colocação quando rodou, Alonso precisaria parar novamente. Desta forma, o piloto deveria terminar a corrida em uma provável sétima ou oitava colocação.

“Por isso era tão importante ultrapassar Heidfeld”, justificou o espanhol, que perdeu o controle quando tentava atacar o rival da equipe BMW.

Alonso ficou ainda mais incomodado pela oportunidade desperdiçada de se aproximar de Lewis Hamilton e Kimi Raikkonen. “O que aconteceu com eles obviamente não é normal. Não teremos muitas chances de lutar com a BMW pelo pódio”, afirmou.

“Eu perguntei pelo rádio duas vezes se eles tinham certeza que essa estratégia era a melhor, e eles disseram que sim. Mas quando vi Heidfeld na minha frente, percebi que eu estava certo”, disse Alonso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *