F1: Alonso elege Button como principal adversário na Austrália

Nem Michael Schumacher, nem Kimi Raikkonen. Para Fernando Alonso, líder do Mundial de Pilotos, seu principal adversário neste domingo, durante o Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1 será Jenson Button, companheiro de Rubens Barrichello na Honda.

“Ele nunca comete um erro e compete em todas as circunstâncias”, disse Alonso após os treinos livres de sexta-feira, quando completou 14 voltas e viu apenas Button, entre os pilotos titulares, registrar um tempo melhor que o seu.

O piloto inglês foi o quarto mais rápido da sexta-feira, com um tempo mais de dois décimos melhor que a Renault de Alonso, mas atrás de Anthony Davidson, da Honda, Alexander Wurz, da Williams e Robert Kubica, da BMW, todos pilotos de testes.

“Eu acho que ele pode ir realmente bem e, agora, o carro está competitivo. Todos nós o vimos em 2004 quando foi o terceiro atrás das duas Ferrari, muitos pódios, o que mostrou que ele é um piloto consistente”, acrescentou Alonso.

Para ser campeão, no entanto, Alonso diz acreditar que um piloto precisa ser mais que consistente. “Você precisa vencer corridas e ter sorte. Tem que ser forte nas partes importantes do campeonato e precisa de uma equipe que sempre esteja se desenvolvendo.”

A Renault tem se destacado nas últimas temporadas por sua enorme capacidade nas largadas, mas para Alonso, a Honda está próxima neste quesito, tornando Button um obstáculo difícil de ser superado.

“Nós somos quem larga melhor na Fórmula 1, mas eles estão melhorando muito desde o ano passado. Não é bom ter Button na nossa frente porque a largada da Honda é muito boa. Será difícil se ele vier antes, será muito interessante.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *