F1: Alonso vence fácil o GP de Mônaco

O espanhol Fernando Alonso, da McLaren, venceu neste domingo (27/05), o GP e Mônaco, quinta etapa da temporada. O inglês Lewis Hamilton completou a dobradinha da equipe inglesa, com o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, em 3º.

Na largada o pole-position Alonso manteve a ponta, seguido por Hamilton, Massa e Giancarlo Fisichella, da Renault. Rubens Barrichello, da Honda, largou bem ganhando duas posições, indo para 7º. O italiano Vitantonio Luizzi, da Toro Rosso, bateu logo na primeira volta.


As duas McLaren escaparam na frente, e como na F-1 moderna é difícil se ultrapassar, em Monte Carlo então é impossível. Os quatro primeiros, Alonso, Hamilton, Massa e Fisichella, correram tranqüilos, só perdendo as suas posições nas paradas nos boxes.


Poucas mudanças aconteceram nas demais posições. O australiano Mark Webber, da Red Bull, que estava entre os que pontuam, abandonou na 18º volta, nos boxes. Adrian Sutil também bateu no mesmo ponto que Liuzzi, a curva Massenet, na 54º volta. Seu companheiro de equipe, Christijan Albers, abandonou na 71º volta.


A Honda parecia que finalmente iria pontuar, ou com Barrichello ou com Button, que se revezavam na zona de pontuação. Mas as paradas nos boxes tiraram à possibilidade de finalmente marcarem um ponto. Barrichello foi o 10º e Button, o 11º. Atrás do norte-americano Scott Speed, da Toro Rosso. A coisa ta mesmo muito feia para a equipe nipônica.


O alemão Nick Heidfeld, da BMW Sauber fez mais uma boa prova, terminando em 5º, seguido por seu companheiro de equipe, o polonês Robert Kubica. O austríaco Alexander Wurz  marcou seus primeiros pontos com a razoável Williams em 7º, com finlandês Kimi Raikkonen, tendo que se contentar em marcar um pontinho, com o 8º lugar, depois de largar em 16º.


Alonso venceu, com 4s095 de vantagem para Hamilton e 1m09s114 para Massa. Fisichella chegou uma volta atrás.


Foi a 150º vitória da McLaren na F-1.


Alonso e Hamilton lideram o mundial, com 38 pontos. Massa tem 33 em 3º. Raikkonen em 4º, soma 23.


Nos construtores a McLaren lidera com 76 pontos, vinte a mais do que a Ferrari. A BMW Sauber, em 3º, tem 30.


A próxima etapa acontece no dia 10 de junho, em Montreal, no Canadá.


Final:


1 – Fernando Alonso (McLaren MP4-22-Mercedes) – 78 voltas em 1h40’29”239
2 – Lewis Hamilton (McLaren MP4-22-Mercedes) a 4”095
3 – Felipe Massa (Ferrari F2007) a 1’09”114
4 – Giancarlo Fisichella (Renault R27)  a 1 volta
5 – Robert Kubica (BMW Sauber F1.07) a 1 volta
6 – Nick Heidfeld (BMW Sauber F1.07) a 1 volta
7 – Alexander Wurz (Williams FW29-Toyota) a 1 volta
8 – Kimi Raikkonen (Ferrari F2007) a 1 volta
9 – Scott Speed (Toro Rosso SRT2-Ferrari) a 1 volta
10 – Rubens Barrichello (Honda RA107) -a 1 volta
11 – Jenson Button (Honda RA107) a 1 volta
12 – Nico Rosberg (Williams FW29-Toyota) a 1 volta
13 – Heikki Kovalainen (Renault R27) a 1 volta
14 – David Coulthard (Red Bull RB3-Renault) a 2 voltas
15 – Jarno Trulli (Toyota TF107) a 2 voltas
16 – Ralf Schumacher (Toyota TF107) a 2 voltas
17 – Takuma Sato (Super Aguri SA07-Honda) a 2 voltas
18 – Anthony Davidson (Super Aguri SA07-Honda) a 2 voltas


Volta mais rápida: Fernando Alonso, 1’15”284


Abandonos:
Christijan Albers  71 voltas
Adrian Sutil  54 voltas
Mark Webber  18 voltas
Vitantonio Liuzzi  2 voltas


Campeonato:


1. Alonso, Hamilton 38;
3. Massa 33;
4. Raikkonen 23;
5. Heidfeld 18;
6. Fisichella 13;
7. Kubica 12;
8. Rosberg 5;
9. Trulli, Coulthard 4;
11. Kovalainen 3;
12. Wurz 2;
13. Schumacher, Sato 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *