F1: Apesar de falha no fim em Sakhir, diretor da Mercedes elogia Rosberg

O resultado do Grande Prêmio do Bahrein, no último domingo, foi frustrante para Nico Rosberg. O companheiro de Lewis Hamilton na Mercedes era vice-líder da corrida até a penúltima volta, quando saiu em uma curva e foi ultrapassado por Kimi Raikkonen, da Ferrari, amargando assim a 3ª colocação. Mas o diretor de esportes automobilísticos da equipe, Toto Wolff, fez questão de elogiar o alemão, que de acordo com ele perdeu o segundo posto do pódio devido a um problema nos freios.

“Todos que já duvidaram de Nico o viram em seu melhor, lutando duramente e se superando. Perder aquela posição no fim por causa de uma falha no freio é uma pena, mas 1º e 3º lugar no grid de chegada tem que ser satisfatório”, declarou o dirigente.

Rosberg é o vice-líder do mundial de Fórmula 1, com 66 pontos, 27 a menos que seu companheiro Lewis Hamilton e um a mais que o rival Sebastian Vettel, da Ferrari. Ele já havia declarado que tem intenção de disputar o título com o britânico, mas acabou vendo a distância para ele aumentar no Bahrein. Para Toto Wolff, no entanto, o que aconteceu no autódromo de Sakhir deve servir como motivação ao piloto alemão para o restante do ano.

“Nós disputamos quatro corridas na temporada e ainda faltam mais 15, então eu não tenho dúvida de que depois de seu desempenho no último domingo, que foi excepcional, nós teremos um Nico muito forte se recuperando em Barcelona”, avaliou Wolff.

Depois do GP do Bahrein, a F-1 tem uma pausa de três semanas até a próxima etapa, que acontece no dia 10 de maio em Barcelona, na Espanha.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *