F1: Após seis provas, Raikkonen segue infeliz com carro da Ferrari

O finlandês Kimi Raikkonen ainda sofre para se adaptar ao carro da Ferrari para o Mundial de Fórmula 1 de 2014 passadas já seis provas do campeonato. Campeão da categoria em 2007 pelo próprio time, ele afirmou que a escuderia está avançando na direção certa, mas ainda há muito a ser feito.

Raikkonen tem sofrido em sua temporada de retorno à Ferrari. Com apenas 17 pontos marcados, ele é o 12º colocado do campeonato e tem sido constantemente superado pelo espanhol Fernando Alonso, outro piloto do time, que ocupa a terceira posição do Mundial com 61 pontos em seis corridas.

“Ainda não estou feliz com o carro. A corrida foi melhor que o classificatório, mas ainda temos um caminho longo a percorrer para chegarmos onde queremos. Precisamos melhorar em muitas áreas”, disse Raikkonen após o GP de Mônaco, em que teve um pneu furado nas voltas finais e ficou apenas em 12º.

O Mundial de 2014 da Fórmula 1 é dominado pela equipe Mercedes, que venceu as seis corridas já disputadas no ano. No GP de Mônaco, a vitória foi do alemão Nico Rosberg, que retomou a primeira colocação do campeonato com 122 pontos ganhos, deixando Lewis Hamilton, seu companheiro de time, em segundo com 118.

“Precisamos nos comparar com a Mercedes e ela está bem na nossa frente. Sabemos o que precisamos fazer, mas essas coisas não são fáceis de arrumar. Leva tempo. Estamos avançando, mas os outros times também estão melhorando. Sabemos onde estão as fraquezas, mas se fosse fácil todo mundo teria um carro rápido”, afirmou Raikkonen.

A sétima etapa do Mundial de Fórmula 1 é o Grande Prêmio do Canadá da categoria, marcado para 8 de junho no circuito de Montreal.
AFP

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *