F1: BMW vende equipe para Peter Sauber e cancela negociação anterior

A equipe BMW de Fórmula 1, que divulgou no meio da última temporada que seria vendida para o grupo de investimentos suíço Qadbak, anunciou nesta sexta-feira que a negociação não vingou, e a estrutura do time será repassada a Peter Sauber, que fundou a escuderia em 1993.

A venda da BMW para Peter Sauber fica condicionada à entrada da equipe na temporada de 2010. O ingresso do time ainda é incerto, pois depende da confirmação da FIA. Caso a Sauber possa disputar o próximo campeonato, haverá 28 carros no grid.
Em setembro, a montadora alemã anunciou a sua saída da Fórmula 1 e a venda da equipe para o grupo suíço Qadbak, que também teria ligações com países do Oriente Médio. E o mistério quanto à procedência desta firma acabou com o cancelamento das negociações com a BMW.
Assim, a equipe volta para as mãos de Peter Sauber, que, caso consiga espaço no grid em 2010, deverá contar com motores Ferrari, além da possibilidade de continuar com o chefe da antiga BMW, Mario Theissen.
“Estou muito aliviado com essa solução”, disse Sauber à revista Autosport. “Isso significa que poderemos manter a estrutura em Hinwil (Suíça) e na maioria dos outros lugares de trabalho. Estou convencido de que o novo time terá um futuro muito bom na Fórmula 1”, acrescentou o dirigente, que terá de cortar o número de empregados de 388 para 250.
Fundador da equipe em 1993, Peter Sauber esteve à frente das decisões da escuderia até 2006, quando a BMW comprou a maior parte das ações e assumiu o controle do time, que passou a se chamar BMW Sauber. Neste ano, após os resultados decepcionantes de Robert Kubica e Nick Heidfeld, a montadora decidiu sair da Fórmula 1.
“Nosso pessoal é altamente competente e motivado, e estou ansioso para começar este novo desafio junto com eles. Gostaria de agradecer a BMW pelos quatro anos de parceria, que em geral foram muito bem sucedidos”, comentou Sauber.
“Estamos muito satisfeitos com esta solução. Isso preenche o requisito mais importante para um futuro de sucesso para a equipe. Nosso relacionamento com Peter Sauber foi sempre excelente e marcado por um respeito absoluto,” disse o membro do Conselho de Administração da BMW, Klaus Draeger.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *