F1: Bridgestone prevê dificuldades em Spa

A fornecedora japonesa de pneus Bridgestone acredita que o GP da Bélgica será um grande desafio não somente para os pilotos, mas, também, para os pneus. Para o circuito de Spa-Franorchamps, o mais longo do calendário, com sete quilômetros, a empresa disponibilizará para a corrida pneus intermediários e duros.

“Spa é um circuito extremamente desafiador para os pilotos e para os engenheiros de pneus também. A pista é a mais longa da temporada e tem muita complexidade”, contou Hirohide Hamashima, diretor esportivo da Bridgestone.


“É um traçado com altas exigências para os pneus, devido à grande pressão aerodinâmica utilizada nos carros. Somado a isso, tem o clima belga, que é muito variável e vimos chuva diversas vezes aqui. Então, Spa dará bastante trabalho”, resumiu.


Em relação ao último ano, a Bridgestone optou por mudar os pneus. “Foi motivado (a mudança) pela durabilidade, que deve ser um problema a menos para os mais duros”, completou o diretor.


Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *