F1: Bruno Senna encosta na Virgin nos treinos da Turquia

Brasileiro volta a bater companheiro e diminui desvantagem para equipes novatas.

Mesmo tendo treinado apenas na segunda parte dos ensaios que abriram a programação do GP da Turquia, Bruno Senna voltou para os boxes de Istambul Park razoavelmente satisfeito com o desempenho do carro da HRT F1 Team. No confronto interno com o companheiro de equipe, Bruno superou o indiano Karun Chandhok por três décimos e ficou a apenas um da Virgin do alemão Timo Glock. “Foi um dia normal. Conseguimos completar nosso programa de testes sem maiores problemas e acho que dá para pensar em chegar ao final da corrida com os dois carros”, comentou.

Embora sem evoluções técnicas significativas desde a estreia no Bahrein, a equipe espanhola emite sinais de que está conseguindo se aproximar das demais novatas. A comparação com a Lotus, a melhor das três novidades do grid em 2010, também foi menos desfavorável nesta sexta-feira. “Acho até que dava para virar mais rápido que o Glock, mas cometemos um erro no acerto quando colocamos os pneus moles”, explicou Bruno.

O rendimento inicial na Turquia levou Bruno a especular sobre um possível crescimento na próxima etapa. “A pista do Canadá é uma daquelas que não exige tanta pressão aerodinâmica, a principal deficiência do nosso carro. Mas, por enquanto, temos de nos concentrar no trabalho aqui. Acredito que ainda é possível melhorar o carro para a corrida.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *