F1: Bruno Senna sofreu queimaduras nas costas durante o GP de Cingapura

O piloto Bruno Senna, que abandou o Grande Prêmio de Cingapura faltando duas voltas para o final da prova, deixou o cockpit do seu Williams com queimaduras nas costas. A equipe inglesa ainda não sabe o que causou os ferimentos no brasileiro, mas deve começar as investigações nesta semana para descobrir.

“Temos uma boa ideia [da causa das queimaduras], mas estamos investigando apenas para descartar eventuais causas potenciais”, afirmou o engenheiro-chefe Mark Gillan.

A equipe inglesa terá bastante trabalho antes do Grande Prêmio do Japão, que acontece no próximo dia 7, já que além das queimaduras, também terá que investigar a causa da falha no kers no carro do brasileiro e os motivos dos problemas hidráulicos sofridos por Pastor Maldonado.

O venezuelano, que largou na segunda colocação, estava em terceiro quando precisou abandonar a prova, frustrando as expectativas da equipe para a corrida noturna no circuito de Marina Bay, que terminou com os dois carros da Williams fora da prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *