F1: Bruno Senna: “Temos um bom carro para a corrida”

Brasileiro fica no Q2 e reconhece que “faltou quilometragem” para entrar no Top 10

Ainda em fase de readaptação à Fórmula 1, depois de uma estreia complicada pela pouca competitividade da equipe que defendeu no ano passado, Bruno Senna passou por mais uma fase de aprendizado nos treinos classificatórios do GP da Coreia neste sábado no circuito de Yeongam. Ficou na segunda parte do qualifying e reconheceu que a falta de quilometragem com o R31 da Lotus Renault GP cobrou seu preço. “Choveu muito aqui em 2010 e esta era a primeira vez que estava andando nesta pista difícil com um carro veloz. Talvez tenha faltado um pouco de confiança para acelerar tiudo o que podia”, explicou Bruno, que partirá em 15º. Para complicar, nos ensaios livres da manhã, na primeira vez durante o fim de semana em que pôde avaliar os pneus macios e supermacios, um leve toque na parede o fez perder precioso tempo nos boxes.

Apesar do desapontamento com o resultado exatamente no dia em que completava 28 anos de idade, Bruno acredita que o domingo ainda pode apresentar um cenário diferente. “O carro demonstrou um grande potencial para a corrida, como vimos pelo ótimo trabalho que meu companheiro de equipe fez”, disse, elogiando o 8º lugar no grid do russo Vitaly Petrov. “Na verdade, eu só não tinha o ritmo dele em algumas curvas, mas isso fez toda a diferença. Amanhã as coisas devem ser diferentes”, analisou.

Mesmo com o treino abreviado pelo contato com o muro que danificou a asa dianteira e exigiu a mudança no acerto da suspensão, Bruno andou com bastante gasolina nos ensaios da manhã e pôde ter uma ideia do ritmo do carro. “Não estava ruim. Pode ser uma prova interessante para a gente, até mesmo em função do desgaste dos pneus. Os dianteiros estão sofrendo mais, mas também surgiram bolhas nos traseiros. Vamos ver quem vai administrar melhor essa questão na prova, ainda mais que não sabemos como a pista estará porque ela vem melhorando a cada nova entrada dos carros.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *