F1: Chefe da Renault cobra evolução do time

O Grande Prêmio da Austrália, no último final de semana, não foi dos melhores para a Renault. Estreando pela equipe e correndo em casa, Daniel Ricciardo teve um problema na asa logo na largada e, posteriormente, foi obrigado a deixar a corrida, fato que desagradou Cyril Abiteboul.

Após a prova, o chefe da Renault lamentou o fato, citando ainda que o bom desempenho do australiano nos treinos livres não valeu de nada.

“É um fim de semana principalmente de baixos, além de um desempenho muito bom e forte dele e do carro nos treinos livres. Mas não nos importamos com os treinos livres”, disse, em entrevista ao Motorsport.

Além disso, Abiteboul reconheceu que é complicado iniciar uma temporada com um piloto novo, mas cobrou uma evolução no time.

“Precisamos coletivamente fazer melhor. É um exercício de aprendizagem, como sempre dizemos. Quando você muda de piloto, você dá alguns passos para trás antes de dar um passo à frente. É isso que estamos passando enquanto falamos”, completou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *