F1: Chefe da Williams pensa em colocar escuderia na bolsa de valores

O diretor e chefe da tracional equipe Williams, Frank Williams, afirmou nesta sexta-feira que analisa a possibilidade de entrar na bolsa da valores, a fim de garantir o futuro financeiro da escuderia.

“Há alguns anos venho considerando uma forma de proteger a Williams a longo prazo, permanecendo fiel aos objetivos estabelecidos por Patrick (Head, um dos fundadores da equipe) e eu, por volta de 1977”, declarou.

“Meu objetivo era correr na Fórmula 1 como um construtor independente. Também desejo que a equipe esteja bem e dispute corridas por muito tempo depois que eu me for. Cheguei à conclusão de que a melhor opção seria ampliar a base de acionistas com investidores públicos, embora haja um núcleo estável de investidores a longo prazo envolvidos com a equipe”, explicou o diretor que, apesar da possibilidade, continuaria como acionista majoritário e chefe da escuderia inglesa.

O presidente do time Adam Parr afirmou, após as declarações de Frank, que a situação financeira é ótima e que não procura investimentos a curto prazo, em função do surgimento de especulações de que uma crise financeira poderia estar perto da Williams.

“É muito importante ressaltar que não estamos visando arrecadar fundos. A empresa está em boa situação financeira. Nosso orçamento em 2011 está totalmente acertado”, frisou.

O dirigente seguiu o discurso do dono da equipe e de que, juntamente com Patrick Head e o investidor Toto Wolff, estão com os pés no chão. “Não faríamos isso se não estivéssemos nos preparado a respeito do assunto”, concluiu.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *