F1: Com contrato de pilotos no fim, Button é opção preferida da Williams

O futuro de Felipe Massa na Fórmula 1 pode não ser em sua atual equipe, a Williams. Sem conquistar bons resultados com o carro britânico e atrás em rendimento de seu companheiro Valtteri Bottas, Massa agora pode sofrer com a especulação da volta de Jenson Button à equipe após mais de 15 anos.

Segundo o site Autosport, a vice-diretora da equipe, Claire Williams, considera o britânico campeão mundial de 2009 uma opção “muito atrativa” para a posição de piloto em 2017. “Seria muito bom ter Button de volta à Williams. Sua história é fantástica”, afirmou a dirigente ao portal.

A britânica filha de Sir Frank Williams, fundador e dirigente da equipe, ressaltou a popularidade e apelo comercial que Button traria para a construtora, mencionando um episódio no GP da Inglaterra, em Silverstone, quando o público foi à loucura após o apresentador Tony Jardine mencionar uma possível volta.

“Ainda estamos analisando nossas opções. Precisamos ter certeza que analisamos tudo, não apenas o que o piloto faz no domingo, mas tudo que ele traz para a equipe”, pontuou Claire. “Button é talentoso e seria comercialmente atrativo, além de ser um piloto muito inteligente”, completou.

O Autosport ainda afirma que outras possíveis opções para a Williams, são o brasileiro Felipe Nasr, antigo piloto de teste da equipe e atualmente na Sauber, e o mexicano Sergio Perez, da Force India.  Com o contrato de seus dois pilotos terminando ao fim desta temporada, a equipe tem uma possível preferência em manter o finlandês e dispensar Massa.

Na McLaren desde 2010, Jenson Button começou sua carreira, no ano 2000, na Williams. Na época, o piloto venceu uma disputa com o brasileiro Bruno Junqueira para integrar a equipe. Em 2009, com a Brawn, Button conquistou seu único título mundial.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *