F1: Com problemas, Barrichello não marca tempo e larga da última fila

Este final de semana, decididamente, não tem sido dos melhores para Rubens da Barrichello, da Williams. Depois de problemas no motor, que limitaram sua performance nos treinos de sexta, e um vazamento de óleo que fez com que desse apenas cinco voltas no circuito de Yas Marina, neste sábado, o motor voltou a falhar e o brasileiro nem saiu dos boxes de sua equipe. Sem tempo no Q1 do treino classificatório, o carro número 11 da Williams e vai largar na última posição do Grande Prêmio de Abu Dhabi de Fórmula 1, que acontece neste domingo.

“Agora já não é Abu Dhabi, é Brasil. Eu pretendo pra fazer de tudo pra que, se tiver alguma penalidade, que seja paga aqui pra chegar bem ao Brasil”, declarou Rubinho à TV Globo, logo após o Q1. Por ter trocado de motor – operação que acabou não colocando seu carro na pista -, o brasileiro precisaria pagar penalidade de dez posições, que pretende cumprir na corrida dos Emirados Árabes para chegar ao Brasil sem pendências para a disputa do grid.
“É meu oitavo motor, ele está dentro da planilha que a gente fez. Agora precisa ver se esse motor vai estar bem amanhã ou não”, acrescentou o brasileiro, que espera não receber punições.
Com a punição do companheiro de Rubinho, o venezuelano Pastor Maldonado, que usa o nono motor de seu carro e perderá dez posições no grid, a Williams tem chances de igualar sua pior largada desde o GP dos Estados Unidos de 1975.
Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *