F1: ‘Cometemos um erro estúpido’, admite Raikkonen após 16º lugar

Campeão mundial em 2007, Kimi Raikkonen venceu pela última vez na Fórmula 1 no Grande Prêmio da Espanha do ano passado. Nas 18 provas seguintes, o finlandês virou um mero figurante na categoria. Neste sábado, ele caiu logo na primeira sessão do treino classificatório com o 16º melhor tempo.

“Cometemos um erro estúpido. É uma pena, porque o carro estava muito melhor do que nas corridas anteriores e tínhamos todas as chances de fazer um bom resultado”, lamentou. Após a volta rápida, Raikkonen e a Ferrari pensaram que o tempo já seria suficiente para passar para a segunda sessão e o finlandês voltou para os boxes.

Raikkonen já pensa na corrida e prefere não procurar culpados. “Não adianta dizer de quem é a culpa, porque não podemos fazer mais nada agora. A prova será difícil e vamos fazer o melhor dentro da situação”, disse. Apesar do fracasso no treino, ele garante que “o F-60 evoluiu” e avisou que a Ferrari está “chegando perto”.

O engenheiro australiano Chris Dyer admitiu a falha da equipe no treino classificatório. “Cometemos um sério erro na nossa avaliação da Q1, acreditando que o tempo do Kimi era suficiente para colocá-lo na próxima fase. Foi um erro sério, o que é lamentável”, declarou.

Ele lamentou a impossibilidade de ver a evolução do carro no F-60 de Raikkonen. “Trabalhamos muito duro para trazer novos componentes e o resultado de nosso esforço foi confirmado pela performance do Felipe. Infelizmente, não pudemos explorar totalmente essa evolução”, declarou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *