F1: Coulthard levanta hipótese de complô na Ferrari contra Massa

Felipe Massa arrepiou-se ao ouvir nesta quinta-feira uma suposição de que a Ferrari teria sacrificado suas chances de título na Fórmula 1 para favorecer o companheiro de equipe Kimi Raikkonen.

 


O piloto da Red Bull, David Coulthard, levantou a suspeita na entrevista coletiva de apresentação do Grande Prêmio da Turquia, ao questionar a falha da Ferrari no reabastecimento do carro do brasileiro no treino classificatório para a corrida anterior, na Hungria.


O equívoco tirou completamente as chances de Massa na prova e, após o 13o lugar do brasileiro, ele foi ultrapassado por Raikkonen na classificação do Mundial.


“Como sabemos que a Ferrari não deixou de colocar combustível no carro de Felipe de propósito?”, perguntou Coulthard, reativando a polêmica sobre o jogo de equipe.


“Talvez tenha sido uma decisão da equipe para beneficiar Kimi. Como você esquece de colocar combustível em um carro?”


Massa, sentado à frente do piloto escocês, sorriu desconfortavelmente e respondeu: “Sim, mas não foi de propósito. Foi um mal entendido.”


“Um mal entendido bastante fundamental”, replicou Coulthard, que foi companheiro de Raikkonen na McLaren entre 2002 e 2004. “Acho que é uma conspiração para favorecer Kimi. Boa sorte.”


Raikkonen, que trocou a McLaren pela Ferrari nesta temporada para substituir o heptacampeão aposentado Michael Schumacher, venceu três corridas, contra duas vitórias de Massa no ano.


O finlandês tem 60 pontos, e Massa, 59. Lewis Hamilton, da McLaren, lidera o campeonato com 80 pontos.


Se a Hungria foi um ponto baixo na temporada de Massa, o brasileiro está mais otimista sobre o retorno a Istambul, para a corrida de domingo, a 12a da temporada.


Foi lá que ele conquistou sua primeira vitória na Fórmula 1, no ano passado.


“É um circuito especial para mim”, disse ele. “Espero poder repetir isso, seria fantástico. A Hungria foi um desastre para mim, um resultado desastroso… Aqui é uma pista muito boa, acho que nosso carro será muito competitivo e estou realmente esperançoso em ter um bom treino e uma boa corrida.”


Por Alan Baldwin, Agência Reuters

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *