F1: Daniel Ricciardo vence GP da China


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

O australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) venceu o GP da China, no Circuito de Shangai, terceira etapa da temporada. Foi a sexta vitória de Ricciardo na categoria. Os finlandeses Valtteri Bottas (Mercedes) e Kimi Raikkonen (Ferrari) completaram o pódio.

Saindo da sexta posição do grid, Riccardo fez uma grande prova. Assumindo a liderança ao ultrapassar Bottas na curva quatro, faltando 12 voltas para o final. Nas voltas finais Ricciardo abriu uma confortável vantagem, recebendo a bandeira quadriculada 8s5 a frente de Bottas.

F1: Daniel Ricciardo vence GP da China

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) terminou em quarto, seguido pelo holandês Max Verstappen (Red Bull). O piloto da Red Bull terminou em quarto, mas recebeu uma punição de dez segundos, por um toque com o alemão Sebastian Vettel (Ferrari) na volta 43.

O alemão Nico Hulkenberg (Renault) foi o sexto colocado.

O espanhol Fernando Alonso (McLaren), Vettel, o espanhol Carlos Sainz Jr. (Renault) e o dinamarquês Kevin Magnussen (Haas) fecharam a zona de pontos.

Pole-position Vettel manteve a ponta na largada, seguido por Bottas Verstappen, que superaram Raikkonen. Hamilton e Ricciardo fechavam os seis primeiros. Nas primeiras voltas Vettel abriu quatro segundos de vantagem sobre Bottas.

Os ponteiros começaram a parar na 17ª volta, quando os dois carros da Red Bull foram para os boxes, trocando os pneus ultramacios pelos macios. Na volta seguinte Hamilton parou, colocando os pneus médios, e na sequencia Bottas também colocou os médios.

Vettel entrou nos pits na 20ª volta, voltando atrás de Bottas. Raikkonen permaneceu na pista, liderando até a 26ª volta, quando foi ultrapassado por Bottas. Na 28ª volta Raikkonen foi para os boxes. Voltando em sexto.

Na 30ª volta a dupla da Toro Rosso, o francês Pierre Gasly e o neozelandês Brandon Hartley, se tocaram na curva de entrada para a reta principal. Com muitos pedaços de carros espalhados, o Safety-Car foi acionado, para a limpeza da pista.

A Red Bull chamou Riccardo e Verstappen para os boxes, colocando um novo jogo de pneus macios nos carros.

A relargada aconteceu na 35ª volta, com Bottas em primeiro, seguido por Vettel, Hamilton, Verstappen, Raikkonen e Ricciardo.

Duas voltas depois Ricciardo começou a sucessão de ultrapassagens, deixando Raikkonen para trás. Na 39ª volta o australiano superou o parceiro de equipe Verstappen. E na seguinte, Hamilton. Na 42ª volta Ricciardo superou Vettel, indo para cima de Bottas.

Verstappen também tentou ultrapassar Vettel, no final da reta dos boxes. Mas escorregou, acertando a Ferrari. Os dois carros rodaram, conseguindo voltar a prova.  Verstappen voltou em quinto e Vettel na sétima posição.

Faltando doze voltas para o final Ricciardo assumiu a ponta, abrindo uma confortável vantagem.  Na penúltima volta Ricciardo marcou a melhor volta, 1m35s785 (204,871 km/h).

Bottas resistiu aos ataques de Raikkonen, que tinha pneus mais novos, terminando em segundo.

Verstappen chegou na quart posição. Porém com a punição de acréscimo de dez segundos ao tempo final, caiu para qunto, atrás de Hamilton.

Hamilton lidera o campeonato com 45 pontos, seguido por Bottas com 40 e Ricciardo com 37.

A próxima etapa, o GP do Azerbaijão, em Baku, acontece no dia 29 de abril.    

Final:

1 – Daniel Ricciardo (Red Bull-Renault) – 56 voltas
2 – Valtteri Bottas (Mercedes) – 8″894
3 – Kimi Raikkonen (Ferrari) – 9″637
4 – Lewis Hamilton (Mercedes) – 16″985
5 – Max Verstappen (Red Bull-Renault) – 20″436 *
6 – Nico Hulkenberg (Renault) – 21″052
7 – Fernando Alonso (McLaren-Renault) – 30″639
8 – Sebastian Vettel (Ferrari) – 35″286
9 – Carlos Sainz (Renault) – 35″763
10 – Kevin Magnussen (Haas-Ferrari) – 39″594
11 – Esteban Ocon (Force India-Mercedes) – 44″050
12 – Sergio Perez (Force India-Mercedes) – 44″725
13 – Stoffel Vandoorne (McLaren-Renault) – 49″373
14 – Lance Stroll (Williams-Mercedes) – 55″490
15 – Sergey Sirotkin (Williams-Mercedes) – 58″241
16 – Marcus Ericsson (Sauber-Ferrari) – 1’02″604
17 – Romain Grosjean (Haas-Ferrari) – 1’05″296
18 – Pierre Gasly (Toro Rosso-Honda) – 1’06″630
19 – Charles Leclerc (Sauber-Ferrari) – 1’22″575

* Punido em 10″

Abandono:

Brendon Hartley (Toro Rosso-Honda)

 

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *