F1: Diretor da McLaren sente evolução após começo discreto no Mundial

A retomada da parceria entre Honda e McLaren é, por enquanto, decepcionante. Ainda assim, Eric Boullier, diretor de corridas da equipe britânica, já sente alguma evolução e projeta melhores resultados para o time defendido por Jenson Button e Fernando Alonso.

“Não ficamos na zona de pontuação e estamos à frente da Force India, mas não é onde queremos chegar. Hoje, não estamos medindo a performance absoluta ainda – isso acontece quando você começa a brigar por poles e vitórias -, mas sim a relativa, em comparação com os testes de Barcelona e a corrida na Austrália. E a diferença é significativa”, disse Boullier.

Com duas etapas do Mundial já realizadas, a McLaren segue em busca dos primeiros pontos. Os pilotos da equipe britânica não conseguiram nem sequer passar pela primeira etapa do treino classificatório e o único a terminar uma prova foi Button, 11º colocado na Austrália.

“Na verdade, os dois pilotos estão felizes com o acerto e a dirigibilidade do carro, o que é muito importante, mas precisamos continuar evoluindo”, disse Boullier, que também espera uma melhora em termos de confiabilidade do motor Honda. “Definitivamente, progrediu, mas precisamos dar um passo a mais”.

Depois de passar em branco nas duas primeiras corridas do campeonato, disputadas na Austrália e na Malásia, Jenson Button e Fernando Alonso, que não participou da etapa de Melbourne, tentarão anotar seus primeiros pontos no Grande Prêmio da China, marcado para o próximo dia 12 de abril.

“Há um longo caminho a percorrer, já que você não consegue fazer muita coisa em duas semanas, mas o que fizemos é excepcional. Toda a equipe deve estar orgulhosa de como permaneceu unida e otimista. Não é fácil para ninguém, mas é bom ver o progresso”, afirmou Boullier.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *