F1: Diretor da Renault diz que R28 ganhou três décimos

Para o diretor de engenharia da Renault Pat Symonds, não há dúvida quanto à evolução da equipe após o novo pacote aerodinâmico introduzido no Grande Prêmio da Espanha. Na corrida disputada no último domingo, dois abandonos impediram Fernando Alonso e Nelsinho Piquet de marcarem pontos, mas o segundo lugar no grid de largada do piloto espanhol deu o moral que faltava à escuderia francesa.

Após o início ruim no Mundial de Fórmula 1, em que a Renault somou apenas seis pontos, Symonds garante que agora a história é diferente, com o novo R28 tendo ganhado três décimos de segundo por volta na comparação com o desempenho mostrado nas três provas de abertura da temporada 2008.


“Posso dizer que em Barcelona, sob essas condições, nós provavelmente estivemos três décimos mais próximos (das equipes de ponta)”, disse ele, preferindo não fazer previsões para as próximas etapas a serem realizadas. “Não sei e acontecerá o mesmo em Mônaco e na Turquia, mas a soma neste momento é por volta desse valor”.


Apesar de ressaltar a evolução, Symonds reconhece a superioridade da Ferrari, atual campeã e líder nos Mundiais de Construtores e de Pilotos. “Nossa direção é boa, muitas coisas funcionaram, e temos de continuar trabalhando nisto. A diferença ainda é grande, para a Ferrari é muito grande, então há muito para ser feito”.


Sendo mais detalhado sobre as mudanças, o diretor afirmou que um total de 19 áreas no modelo da Renault sofreram alterações. “Houve 19 áreas separadas de desenvolvimento do carro nesta semana. Isto não vai parar, longe disso. Haverá 19 áreas diferentes por corrida, mas, como outros times, não costumamos acumular as coisas e estrear um grande pacote”.


Fonte: Gazeta Press

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *