F1: Diretor diz que McLaren venceria provas se tivesse um motor melhor

A McLaren não viveu uma boa temporada na Fórmula 1 em 2016. O melhor resultado da equipe foi o quinto lugar de Fernando Alonso em Mônaco e nos Estados Unidos, e a escuderia terminou em sexto entre os construtores. Para o diretor do time, Eric Boullier, a história poderia ser diferente.

Desde 2015, a McLaren firmou parceria com a Honda, que fornece os motores para a equipe. Porém, a montadora japonesa ainda não acertou completamente no desenvolvimento do motor. Devido a esse cenário, Boullier declarou que a equipe poderia ter vencido provas se tivesse um motor melhor.

“Se tivéssemos o melhor motor esse ano, teríamos vencido corridas. Sabemos disso, os traços do GPS de velocidade nas curvas nos dizem. Há espaço para melhorias com a Honda. Você tem que equilibrar tudo. Nós trabalhamos como uma equipe com a Honda para conseguir o que queremos”, disse ao Autosport.com.

Apesar da crítica, Boullier reconheceu que não é uma tarefa fácil desenvolver um motor para um carro de Fórmula 1. Por isso, o dirigente está confiante de que as coisas podem melhorar daqui para frente. Vale destacar que a última vitória da McLaren na Fórmula 1 foi em 2012, quando Jenson Button venceu o GP do Brasil.

“A diferença foi diminuída, mas para chegar onde a Mercedes está, não é apenas copiar e colar. Você não pode fazer isso em três ou seis meses, mas sim em alguns anos. A Renault começou a desenvolver motores seis anos atrás e, ainda hoje, eles não estão no topo do jogo”, finalizou Eric.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *