F1: Dono da Virgin dá a entender que não vai comprar a Honda

Pode ser somente uma forma de despistar a mídia, mas o fato é que o dono do grupo Virgin, Richard Branson, não se mostrou muito animado com a aquisição da estrutura deixada pela Honda na Fórmula 1. Em entrevista à BBC Radio Four, o empresário fez sérias críticas à categoria e foi evasivo quando questionado se realmente vai se envolver na área.

“Para ser franco, mesmo que estivéssemos prestes a assumir a Honda, tenho certeza que haveria uma cláusula que me proibiria de falar sobre isso”, comentou o milionário. “Eu amo corridas, mas acho que há falhas que devem ser corrigidas antes de eu investir na Fórmula 1”, afirmou.

Branson se refere às altas despesas e da falta de consciência ambiental da categoria. “Bernie Ecclestone precisa proporcionar uma Fórmula 1 com custo-benefício no qual as equipes possam arcar com as despesas. Nós também precisamos da certeza de que haverá um comprometimento com a tecnologia verde, o que não acontece no momento. Isso é essencial para que a Virgin entre no negócio”, assinalou.

Recentemente, Ecclestone manifestou seu apoio público à entrada da Virgin na Fórmula 1, suporte que foi comentado pelo empresário. “Fiquei muito feliz com isso e seria muito divertido (entrar na Fórmula 1) e, se eles se submeterem às nossas condições, talvez isso possa acontecer. A Virgin frequentemente faz coisas que as outras pessoas não fazem”, avisou.

Ao término da conversa, Branson insinou que não vai se envolver no negócio. “Espero, sinceramente, que a Honda sobreviva e prospere rapidamente com o apoio de uma nova marca”, comentou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *