F1: Em Mugello, Valtteri Bottas lidera o primeiro treino livre

Valtteri Bottas, da Mercedes, começou um final de semana diferente na Fórmula 1 na frente, em um circuito novo para a categoria, em Mugello, na Itália, na frente. Batizada de GP da Toscana, a prova marca a milésima corrida da Ferrari na categoria e é a primeira de uma sequência de corridas que não estavam no calendário original da temporada, mas tiveram que ser adicionadas para repor outros GPs que tiveram que ser cancelados.

E o finlandês mostrou a força dos carros atuais da categoria, batendo o recorde anterior da pista, que era amplamente usada pela Ferrari para testes nos anos 2000, antes dos testes privados serem proibidos: a melhor marca era ainda de Rubens Barrichello, em 2004, mas o tempo de Bottas de 1:17.879 já é quase um segundo mais rápido que o antigo recorde do brasileiro, e a expectativa é de que os tempos caiam significativamente até a classificação.

Em uma pista de alta velocidade, os carros estavam superando os 326km/h e fazendo a maioria das curvas do circuito a mais de 200km/h:

No primeiro treino livre, Max Verstappen, que alugou um carro de GT para testar na pista algumas semanas atrás, andou perto de Bottas e foi apenas 48 milésimos mais lento, enquanto Lewis Hamilton, que nunca andou no circuito, pareceu sofrer mais e foi apenas o quarto colocado, 530 milésimos atrás do companheiro de Mercedes.

Andando na casa da Ferrari e usando uma pintura especial para celebrar os 1000 GPs da Ferrari, Charles Leclerc surpreendeu e se colocou em terceiro. Como os carros usam configurações de asa que geram mais pressão aerodinâmica, o que deve fazer com que o desempenho da Scuderia seja melhor do que nas últimas duas provas, em que Leclerc e Sebastian Vettel não conseguiram sequer se classificar no top 10.

Confira a classificação do 1º treino livre do GP da Toscana:
1º Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) – 1min17s879
2º Max Verstappen (HOL/Red Bull) – +0s048
3º Charles Leclerc (MON/Ferrari) – +0s307
4º Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – +0s530
5º Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri) – +0s797
6º Esteban Ocon (FRA/Renault) – +0s926
7º Daniil Kvyat (RUS/AlphaTauri) – +0s960
8º Lando Norris (ING/McLaren) – +1s102
9º Alex Albon – (TAI/Red Bull) +1s189
10º Daniel Ricciardo (AUS/Renault) – +1s261
11º Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) – +1s340
12º Romain Grosjean (FRA/Haas) – +1s345
13º Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) – +1s388
14º Carlos Sainz (ESP/McLaren) – +1s443
15º George Russell (ING/Williams) – +1s578
16º Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) – +1s599
17º Kevin Magnussen (DIN/Haas) – +1s672
18º Lance Stroll – (CAN/Racing Point) +1s957
19º Sergio Perez (MEX/Racing Point) – +1s961
20º Nicholas Latifi (CAN/Williams) – +2s155

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *