F1: Emissora coloca McLaren na cola de Button. Agente não nega

Ross Brawn não renovou o contrato de Jenson Button com antecedência e agora vê o pupilo ser especulado nas mais variadas equipes, incluindo a McLaren. Com essa avaliação, o próprio empresário do piloto não negou que a equipe inglesa esteja interessada em montar uma dupla titular de ingleses que já foram campeões do mundo.

Nos últimos dias, Lewis Hamilton e Button, responsável por dar dois títulos seguidos de Fórmula 1 à Grã-Bretanha pela primeira vez em 40 anos, vêm trocando elogios mútuos, projetando uma grande disputa caseira pela conquista do campeonato de 2010. Curiosamente, eles poderiam brigar lado a lado na McLaren, conforme aponta a rede britânica BBC nesta sexta-feira.

Atualmente, apenas Hamilton tem o futuro asseguro no time, que não deve permanecer com Heikki Kovalainen na próxima temporada. “Nós já conversamos com um número de pilotos e contrataremos os dois melhores disponíveis”, disse, misterioso, o chefe da fábrica de Woking, Martin Whitmarsh.

A princípio, o nome que mais agradava à McLaren parecia ser o de Kimi Raikkonen, elogiado publicamente pelo diretor esportivo da Mercedes, Norbert Haug. Porém, acredita-se que Hamilton tenha barrado a transferência do finlandês, temendo que os problemas de relacionamento ocorridos com Fernando Alonso em 2007 volte a aparecer.

Essa situação, segundo a BBC, fez com que Button passasse a ser sondado, embora o piloto já tenha tornado pública durante a semana sua vontade em permanecer na Brawn. “Poderiam ter acertado com Jenson um tempo atrás, e nada disso aconteceria”, comentou o empresário do piloto, Richard Goddard, não negando que a surpreendente mudança de ares possa acontecer.

Ainda de acordo com a emissora britânica, o que separa o campeão da Fórmula 1 de renovar o contrato é dinheiro. Após a falência da Brawn, ele concordou em reduzir seu salário anual de 10 milhões de libras (R$ 27,9 mi) para 3 (R$ 8,3 mi) e exigiria agora um reajuste. “A imprensa especulará até que Ross ofereça a Jenson novos termos”, continuou Goddard, admitindo que seu cliente já recusou uma proposta realizada pela equipe de Brackley. “Muitas vagas de qualidade estão disponíveis, e ele mostrou talento em um bom carro. Então cabe à Brawn GP fazer uma oferta, coisa que não provém de nós”.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *