F1: Empresa de Ecclestone volta a negar venda da F-1

Empresa de Ecclestone volta a negar venda da F-1

Detentor dos direitos da Fórmula 1, Bernie Ecclestone veio a público mais uma vez para negar que a empresa CVC, quem cuida da F-1 atualmente, tenha a intenção de vender o esporte para a News Corp, empresa de um magnata australiano que se juntaria com a Exor, agência italiana cujos donos são os proprietários da Ferrari.

No início da semana foi anunciado que James Murdoch, empresário dono da News Corp, tinha a intenção de hangariar parceiros para investir fortemente na compra da F-1. Um deles foi a família Agnelli, dona da escuderia italiana. Os dois chegaram a entrar em contato com a CVC, que fez questão de reiterar, em comunicado oficial, que a categoria não está à venda.

“Houve uma aproximação da empresa de James Murdoch em conjunção com a News Corporation. James Murdoch nos informou que é uma sondagem amistosa, em uma fase muito preliminar, e que têm conhecimento que a Fórmula 1 é gerida solitariamente pela CVC e não está à venda”, afirmou o comunicado, afirmando que negociações mais vantajosas não seriam totalmente descartadas.

“Reconhecemos a qualidade da Exor e da News Corporation como investidores em potencial, mas qualquer investimento na Fórmula 1 precisaria da aprovação da CVC, e teria que estar de acordo com os interesses do esporte e de seus apoiadores”, sentenciou.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *