F1: Equipes ameaçaram boicotar GP da Austrália

Abertura da temporada 2009 da Fórmula 1, o GP da Austrália ficou ameaçado de não contar com os carros de pelo menos Renault e McLaren. Segundo o jornal inglês The Times, Flavio Briatore e Ron Dennis cogitaram a hipótese de boicotar a prova em Melbourne, programada para o próximo domingo.

O motivo, ao contrário do que muitos podem imaginar, não foi a súbita mudança no sistema de pontuação, já revista. Conforme o próprio Bernie Ecclestone confirmou à publicação, o problema tem relação com os pagamentos do Pacto da Concórdia, documento que estabelece os deveres, ganhos e direitos de times e FOM (Formula One Management), administradora dos direitos comerciais da categoria, e equipes.

“Flavio disse, estimulado e auxiliado por Ron Dennis: ‘Não vamos colocar nossos carros no avião para irmos a Melbourne'”, revelou o presidente da FOM, que explicou como se livrou da “saia-justa”. “Peguei o telefone para ligar para cancelar a aeronave, afinal é caro cancelar um frete em cima da hora”, emendou.

Presidente da Toyota, John Howett também esteve presente na reunião, mas não tomou partido. “Ele estava um pouco confuso”, explicou Bernie, que ironizou os times. “Se eles vierem com uma arma para me ameaçar, é melhor que puxem o gatilho. E eles quem tenham certeza que possuem balas, pois, caso contrário, deverão tomar cuidado”, ameaçou.

Em tempo: os carros da Renault e da McLaren já estão em Melbourne, apesar de nenhum item do Pacto da Concórdia ter sido alterado.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *