F1: Equipes de Fórmula 1 viram alvo de fiscalização antidrogas

Depois que a alfândega inglesa encontrou drogas e uma arma dentro de um caminhão pertencente à equipe Kawasaki de Superbike no mês passado, a fiscalização deverá ser mais intensa também para os veículos que carregam equipamentos de Fórmula 1, especialmente na fronteira do Reino Unido.

Fiscais de fronteira em Dover, na Inglaterra, apreenderam um caminhão da Kawasaki que veio da Itália e atravessou o Canal da Mancha de ferry-boat carregando 8 kg de cocaína, 71 kg de cartelas de anfetamina e 100 kg de maconha, além de uma pistola e 35 cartuchos de munição.

Em entrevista ao jornal inglês Daily Telegraph, uma fonte da alfândega britânica avisou: “Nossos oficiais de inteligência vão passar a fiscalizar mais de perto os veículos de equipes de automobilismo a partir de agora, incluindo os da Superbike e da Fórmula 1”.

“Antes, esses veículos raramente eram parados, mas agora isso vai mudar”, completou o fiscal. Esse aviso se aplica principalmente às equipes que têm sede na Inglaterra: Red Bull, McLaren, Renault, Mercedes, Force India, Team Lotus, Williams e Virgin.

Durante a apreensão do caminhão da Superbike, quatro funcionários da equipe Kawasaki foram presos: os motoristas Philip Roe, de 40 anos, e Gary Matthews, de 50, além dos mecânicos Mattia Fontana, de 27 anos, e Daniel Swyer, de 32.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *