F1: ‘Era um cara selvagem’, admite Massa

Prestes a disputar a última corrida da temporada em casa, no Grande Prêmio do Brasil, o brasileiro Felipe Massa, que ainda briga pelo título da Fórmula 1, caso consiga descontar a diferença de sete pontos que o separa do líder Lewis Hamilton, afirmou que era “selvagem” no início de sua carreira.

“Eu era um cara um pouco selvagem, é verdade. Porém eu tinha um carro muito difícil para guiar (referindo-se ao período em que corria pela equipe Sauber). E também era muito jovem para decolar minha carreira”, admitiu ao site da revista inglesa Autosport.


Apesar de ter despontado como o piloto número um da Ferrari neste ano, Massa afirma que ainda tem um trabalho duro para tirar a imagem que adquiriu quando era mais inexperiente. No entanto, ele diz que vencer seus competidores lhe deu muita satisfação.


“As pessoas sempre me colocam fora do jogo. Ninguém espera que você faça um trabalho bom, então quando eu consigo, é melhor ainda”, completou.


O competidor da Ferrari ainda falou sobre sua experiência na equipe Sauber, onde esteve em 2002, para depois fazer testes na Ferrari em 2003 e, em seguida, competir novamente pela equipe suíça em 2004 e 2005. Em 2006, o brasileiro transferiu-se definitivamente para a escuderia italiana.


“Fiz alguns bons resultados, conquistei bons pontos. Porém fiz muitas más corridas também. Não foi uma coisa boa para minha imagem e demorei muito tempo para me recuperá-la. Felizmente consegui mudar isto”.


Para ele, seu progresso na Ferrari é resultado da conquista de mais experiência. “Mesmo quando você tem um carro diferente para guiar, se você sabe como lidar com a equipe, então terá um carro bom. Com a experiência, aprendi o que preciso e como quero o carro”, completou.


Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *