F1: Ex-piloto de F1, Coulthard infringe lei em exibição na Índia

Ex-piloto de Fórmula 1, David Coulthard passou por apuros em Hiderabade, na Índia, no último sábado. O britânico participou de uma exibição com um antigo carro da Red Bull, porém não imaginou que um simples ato poderia tê-lo colocado atrás das grades. Ao entrar no veículo, ele deixou a bandeira do país no chão, o que é proibido pela lei indiana e é considerada uma grave ofensa. A lei, inclusive, prevê prisão em caso de reincidência.

Após o deslize, porém, Coulthard pediu desculpas e admitiu desconhecimento das tradições do país asiático: “Devo me desculpar por largar a bandeira. Não temos esta tradição ou regra em meu país. Espero que entendam que eu atuei em função do que é normal para mim”.

“Eu sinto muito, não posso conhecer as leis de todos os países e peço perdão à nação de vocês. Tenho um tremendo respeito pela Índia, por sua bandeira e por sua gente”, completou o ex-piloto.

Na Fórmula 1, David Coulthard defendeu a Williams entre 1994 e 1995, transferindo-se para a McLaren em 1996. Lá, ele teve o melhor momento de sua carreira, quando foi vice-campeão do Mundial de 2001. O escocês, dono de 13 vitórias e 63 pódios, encerrou sua carreira na categoria pela Red Bull, onde correu de 2005 a 2008.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *