F1: F1: Renault e Red Bull Racing anunciam um novo acordo de fornecimento de motores

A Red Bull Racing e a Renault Sport F1 confirmam a renovação de sua parceria por mais cinco anos. Durante este período, será introduzida uma nova motorização – V6 turbo de 1.6 litro e um sistema de recuperação de energia – mais econômico em termos de combustível, o que será extremamente benéfico para esta colaboração ampliada.

Com base em uma parceria que já deu dois títulos de campeão do mundo de Fórmula 1™ para a Red Bull Racing em 2010, a Renault Sport F1 continuará fornecendo os motores V8 e os motores elétricos do SREC da Red Bull Racing para as temporadas de 2012 e 2013, enquanto que este novo acordo destaca o fortalecimento da cooperação técnica entre a Red Bull Racing e a Renault.

Com este novo acordo, será implementada uma joint venture técnica, através da qual a Red Bull Technology e a Renault Sport F1 vão trabalhar em conjunto, com o objetivo de desenvolver soluções técnicas inovadoras para a nova unidade de força, que será utilizada a partir de 2014. A Red Bull Technology e a Renault Sport F1 entrarão cada uma com o seu know-how, experiência e pessoal dedicado ao projeto, a fim de produzir um grupo motopropulsor competitivo e confiável. A unidade de força proveniente desta colaboração será utilizada pela Red Bull Racing e por outras equipes clientes da Renault Sport F1.

Bernard Rey, Presidente da Renault Sport F1, comentou: “Estamos extremamente entusiasmados com a renovação da parceria entre a Red Bull Racing e a Renault por mais cinco anos, o que totalizará dez anos de trabalho conjunto.
A Red Bull Racing e a Renault estão de acordo sobre as pesquisas em termos de estabilidade, uma condição fundamental para o sucesso nesta competição. Além de ser uma ocasião única para valorizar a performance dos motores Renault no nível mais alto do automobilismo esportivo, trata-se também de uma oportunidade fantástica para desenvolver tecnologias e expertise dentro da Aliança Renault-Nissan.”

Jean-François Caubet, Diretor Geral da Renault Sport F1, afirmou: “A unidade de força que será introduzida a partir de 2014 representa um grande desafio tecnológico. O fato de poder aproveitar os recursos e as competências de especialistas em chassi de F1 da Red Bull Technology ajudará a equipe da Renault Sport F1 da cidade de Viry-Châtillon a definir, conceber e desenvolver um conjunto competitivo a partir do início da nova regulamentação, assim como otimizar a sua integração estrutural no chassi. Este apoio específico também será bastante favorável para as nossas outras escuderias parceiras, que se beneficiarão indiretamente da expertise conjunta entre a Red Bull Racing e a Renault Sport F1.”

Christian Horner, Chefe de Equipe da Red Bull Racing, declarou: “É claro que estamos muito contentes com o anúncio deste grande acordo com a Aliança Renault-Nissan, com a qual mantemos uma estreita relação de trabalho desde 2007. A simplicidade e a fluidez dos nossos intercâmbios contribuíram de maneira significativa para o atual sucesso da parceria Red Bull Racing – Renault. Juntos, já conquistamos 22 vitórias, 32 pole positions, 1130,5 pontos no campeonato mundial e dois títulos de campeão do mundo. Com este novo desenvolvimento, estamos ansiosos para trabalhar e consolidar a nossa relação com a Aliança Renault-Nissan durante as próximas temporadas do Campeonato Mundial de F1™.”

A colaboração entre a Red Bull Racing – Renault começou em 2007, tendo evoluído para se tornar uma das parcerias de chassi e motor de maior sucesso. O ponto alto da parceria ocorreu em 2010, com a conquista dos títulos no Campeonato de Pilotos e no Campeonato de Construtores. Hoje, a Red Bull Racing – Renault está à frente no Campeonato de Construtores, com 426 pontos, enquanto que o atual campeão do mundo Sebastian Vettel encabeça a corrida pelo título dos pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *