F1: Família Piquet processa Flavio Briatore em R$ 541 mil

O episódio que escandalizou a Fórmula 1 no ano de 2008 envolvendo o brasileiro Nelsinho Piquet, ex-piloto da Renault, e seu antigo chefe, o italiano Flavio Briatore, ganhou mais um capítulo, que promete invadir os tribunais mais uma vez.

Nesta terça-feira, o jornal britânico Daily Mail garantiu que o piloto nacional e Nelson Piquet, seu pai e três vezes campeão da categoria máxima do automobilismo, entraram com um processo contra Briatore, cobrando um valor de 200 mil libras, cerca de R$ 541 mil, do italiano.

No processo, que está registrado na Alta Corte de Londres, a família do piloto brasileiro acusa o antigo chefe da Renault de diflamação. A base da acusação está no comunicado divulgado por Briatore na época em que se desenrolou o Nelsinhogate, no GP de Cingapura, em que o italiano afirma que Nelsinho deu falsas evidências sobre a batida proposital, que favoreceu a vitória do espanhol Fernando Alonso.

“Dado o fato que a Renault não aceitou o convite dos Piquets de tirar as ações e se desculpar, eles [Nelson pai e filho] não tiveram outra opção a não ser demonstrar a falsidade dessas alegações no tribunal”, disse o advogado da família, Dominic Crossley, em entrevista ao jornal britânico.

Em setembro do ano passado, Briatore e a equipe francesa processaram a família Piquet, contudo, retirou as ações depois que a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) confirmou as palavras dos brasileiros, que apontaram a manipulação do italiano para a batida do brasileiro em favorecimento a Alonso.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *