F1: Felipe Massa vence o GP da França

O brasileiro da Ferrari venceu neste domingo (22/06) o Grande Prêmio da França, em Magny-Cours, 8º etapa da temporada. Com a vitória, a 3º no ano, Massa assumiu a liderança do campeonato, com 48 pontos. É a primeira vez, desde Ayrton Senna em Mônaco em 1993, que um brasileiro lidera o mundial de F-1. O finlandês Kimi Raikkonen, completou a dobradinha da Ferrari, com o italiano Jarno Trulli, da Toyota, na 3º posição.

Saindo da pole-position, Raikkonen manteve a liderança na largada, seguido por Massa e Trulli, que superou o espanhol Fernando Alonso, da Renault. O polonês Robert Kubica, da BMW Sauber, que chegou a França como líder do campeonato, vinha em 4º. Saindo da 13º posição, o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, ganhou três posições. O inglês Jenson Button andnado no fundo do pelotão com a Honda, foi para os pits na 5º volta, com asa dianteira quebrada.


Com dez voltas disputadas, Raikkonen liderava com 3s2 de vantagem para Massa. Trulli mantinha o 3º lugar. O brasileiro Nelsinho Piquet, da Renault, vinha num bom 8º lugar.


Para complicar ainda mais a sua corrida, Hamilton levou um drive-through, por ter cortado a chicane, enquanto passava o alemão Sébastian Vettell, da Toro Rosso, no começo da corrida. Ele entrou para cumprir a punição na 14º volta, retornando na 13º posição. Na volta seguinte, Alonso foi o primeiro dos ponteiros a parar nos boxes, para troca de pneus e reabastecimento.
Na 18º volta, Button abandonou nos boxes, sendo o único a deixar a prova francesa.


Raikkonen entrou nos boxes na 22º volta, com Massa parando duas voltas depois. Na 26º volta, Piquet e Kovalainen entraram juntos nos pits, com o brasileiro saindo na frente do finlandês. Porém a Renault teve um problema, ficando lenta, e sendo superado na saída dos pits.


Depois que todos pararam nos boxes, na 30º volta Raikkonen continuava na frente, com 6s6 de frente para seu parceiro de equipe. Trulli era 3º, Kubica, 4º, Alonso, 5º, o australiano Mark Webber, da Red Bull, 6º, Kovalainen, 7º e Piquet na 8º posição. Hamilton vinha em 16º.


Raikkonen começou andar devagar, com Massa diminuindo a diferença rapidamente. As imagens da TV mostraram que o escapamento do carro se soltou; o que comprometeu o rendimento do motor e a aerodinâmica. Na 40º volta, Massa passou Raikkonen, assumindo a liderança da prova, e abrindo vantagem. Alonso foi novamente o primeiro a parar nos boxes, na 43º volta.


Tranqüilo na frente Massa fez a sua segunda parada na 54º volta, uma depois que Raikkonen. A única preocupação eram alguns pingos de chuva, que sequer chegaram a molhar a pista.


Faltando quinze voltas para a bandeirada Massa tinha 13s4 de vantagem para Raikkonen. Trulli vinha mais de 30 segundos atrás. Kubica era 4º, Webber, 6º, Alonso, 7º e Piquet, 8º.


Com a dupla da Ferrari bem à frente, a luta pela terceira posição, entre Trulli, Kovalainen e Kubica, passou a ser o centro das atenções, com dez voltas para o termino da corrida.


Contudo a manobra mais bonita da prova foi de Nelsinho Piquet. Na penúltima volta o novato foi para cima de seu parceiro, e bi-campeão mundial, no Hairpin. Passando o espanhol por dentro, e conquistando a 7º posição e seus primeiros pontos na carreira. Na última volta Trulli e Kovalainen se tocaram sem nenhum dano para os carros.


Massa venceu depois de 70 voltas e 1h3050s245 com 17s984 de vantagem sobre Raikkonen. Trulli conquistou o seu primeiro pódio no ano, com Kovalainen, depois de uma grande prova, em 4º. Kubica foi o 5º, Webber, 6º, Piquet, 7º e Alonso, em 8º; fechou a zona de pontuação. Hamilton chegou na 10º posição. O brasileiro Rubens Barrichello teve um final de semana muito ruim, com sua Honda em velocidade alguma, terminando na 14º posição.



Massa lidera o campeonato pela primeira vez com 48 pontos. Kubica caiu para 2º, somando 46. Raikkonen, em 3º, tem 43. Hamilton é o 4º com 38.


A próxima etapa acontece no dia 06 de julho em Silverstone, na Inglaterra.

Confira o resultado final do GP da França:

1) Felipe Massa (Ferrari) – 1h31min50s245
2) Kimi Raikkonen (Ferrari), a 17s984
3) Jarno Trulli (Toyota), a 28s250
4) Heikki Kovalainen (McLaren-Mercedes), a 29s929
5) Robert Kubica (BMW Sauber), a 30s512
6) Mark Webber (Red Bull-Renault), a 40s304
7) Nelson Piquet (Renault), a 41s033
8) Fernando Alonso (Renault), a 43s372
9) David Coulthard (Red Bull-Renault), a 51s021
10) Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes), a 54s538
11) Timo Glock (Toyota), a 57s700
12) Sebastian Vettel (Toro Rosso-Ferrari), a 58s065
13) Nick Heidfeld (BMW Sauber), a 1min02s079
14) Rubens Barrichello (Honda), a 1 volta
15) Kazuki Nakajima (Williams-Toyota), a 1 volta
16) Nico Rosberg (Williams-Toyota), a 1 volta
17) Sebastien Bourdais (Toro Rosso-Ferrari), a 1 volta
18) Giancarlo Fisichella (Force India-Ferrari), a 1 volta
19) Adrian Sutil (Force India-Ferrari), a 1 volta

Não completou:

Jenson Button (Honda) – volta 17


Após 8 etapas, o campeonato de pilotos ficou assim:

1) Felipe Massa, 48 pontos
2) Robert Kubica, 46 pontos
3) Kimi Raikkonen, 43 pontos
4) Lewis Hamilton, 38 pontos
5) Nick Heidfeld, 28 pontos
6) Heikki Kovalainen, 20 pontos
7) Jarno Trulli, 18 pontos
8) Mark Webber, 18 pontos
9) Fernando Alonso, 10 pontos
10) Nico Rosberg, 8 pontos

14) Rubens Barrichello, 5 pontos
18) Nelson Piquet, 2 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *