F1: Ferrari apoia agressividade de Alonso em disputa com Hamilton

Após críticas pela tentativa mal sucedida de ultrapassagem sobre Lewis Hamilton, a Ferrari apoiou o estilo agressivo de pilotagem de Fernando Alonso durante o final do Grande Prêmio da Malásia, no último domingo. O espanhol acertou o inglês a duas voltas do fim e, ao final da prova, ambos foram punidos pela manobra do piloto da equipe italiana.

Após o término da corrida, Alonso afirmou que decidiu arriscar tudo justamente por se tratar do final da prova, na briga pela terceira colocação. A batida por trás no carro de Hamilton provocou a bandeira amarela, e também fez com que Alonso perdesse o bico e tivesse que ir aos boxes. Ambos acabaram sancionados em 20 segundos a mais na tabela final – Fernando continuou em sexto, e Lewis caiu de sétimo para oitavo.

Mesmo com a perda de pontos importantes ocasionados pela tentativa de Alonso (que teria ficado em quarto se nada fizesse), a Ferrari mostrou concordar com a postura do piloto bicampeão do mundo.

“Eu adoro a forma como ele dirige, é fantástica, mas a outra coisa que precisamos considerar é que se você sair do traçado terá um grande problema. A pista fica toda suja, de modo que você tenta fazer sua linha, mas se acabar saindo do traçado, põe os pneus em contato com essa sujeira”, defendeu Stefano Domenicali, chefe da Ferrari.

“Então isso se torna uma situação difícil neste ano. Se você tem uma chance clara de ultrapassar, aí acaba tendo que tomar alguns riscos, porque não é fácil. É assim que aconteceu, porque se não tivéssemos o problema na asa traseira eu acho que poderíamos realmente ter atacado (a Hamilton)”, contou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *