F1: FIA aposenta o #17 de Jules Bianchi

O #17, usado pelo francês Jules Bianchi, foi aposentado, segundo anuncio feito pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Bianchi, que faleceu na sexta-feira (nove meses após sofrer um grave acidente no GP do Japão), utilizava o #17 em sua Marussia. Uma petição online, criada por um fã, já pedia a FIA que aposentasse o número.

Em entrevista, o ex-presidente da Ferrari, o italiano Luca di Montezemolo, declarou que Bianchi era o escolhido para substituir o finlandês Kimi Raikkonen na equipe.

“Jules Bianchi era um de nós, ele foi um membro da família Ferrari e era o piloto de corrida que nós havíamos escolhido para o futuro, quando o vínculo com Kimi Raikkonen chegasse ao fim”, declarou Montezemolo.

“O acidente de Suzuka tirou um cara legal, reservado, rápido, muito polido e extremamente afeiçoado com a Ferrari, alguém que poderia trabalhar e interagir bem também com os técnicos. Perdemos um piloto com muito potencial.”, continuou o ex-dirigente, que foi substituído por Sergio Marcchione, em outubro do ano passado.

“Eu ainda me lembro de quando ele, recém-saído da adolescência, chegou a Maranello. Conosco, ele escalou cada etapa nas pistas até estrear na Fórmula 1 com a Marussia, com os motores da Ferrari. Nós nos importávamos muito com esse garoto, já era possível vislumbrar seu talento para a corrida”, acrescentou Luca. 

“Um destino amargo o tirou de nós, deixando uma marca indelével e uma dor imensa dentro de nós. Eu desejo força a sua família, que passou por meses difíceis e mostrou coragem e dignidade. Também sinto muito por todos os seus amigos na Ferrari. Perdemos um cara excepcional. E sempre nos lembraremos dele com grande afeição”, finalizou Montezemolo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *