F1: FIA ‘barra’ ex-engenheiro da Ferrari até 2009

Apesar de não adotar nenhuma medida legal contra o engenheiro Nigel Stepney, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) manifestou suas reservas quanto sua possível contratação por outra equipe. Às escuderias, a entidade recomendou que não contratassem Stepney até o verão (europeu) de 2009.

O engenheiro foi o principal pivô do escândalo de espionagem industrial que envolveu a Ferrari e a McLaren na temporada passada. Apontado como responsável pela entrega de segredos do projeto da escuderia italiana à adversária inglesa, Stepney está sendo investigado pela Justiça do Trabalho da Itália.


A descoberta da movimentação ilegal levou à exclusão da McLaren na briga pelo Mundial de Construtores de 2007. A escuderia também foi condenada a pagar US$ 100 milhões de multa.


Em comunicado oficial divulgado na noite de sexta-feira, a FIA afirmou que não poderia tomar uma atitude direta contra o ex-funcionário da Ferrari, mas deixou claro que ele é persona non grata no meio automobilístico. Confira o comunicado da Federação:


‘Nas investigações do ano passado sobre o uso não autorizado de propriedade intelectual, a FIA ouviu as alegações que o Sr. Nigel Stepney, então funcionário da Ferrari, tinha passado informações confidenciais da Ferrari para um empregado da McLaren. O sr. Stepney admitiu estas afirmações e desculpou-se com a FIA, afirmando que a seriedade de seu envolvimento e a extensão de sua participação não correspondiam à realidade. Como o sr. Stepney não possui licença da FIA, nenhuma ação formal cabe contra ele pelo Código Internacional Esportivo (apesar de a FIA estar cooperando com a polícia italiana, que investiga as ações do sr. Stepney).
Para manter a ordem, a FIA recomenda a seus licenciados que não se envolvam profissionalmente com o sr. Stepney sem o cuidado adequado a sua situação no envolvimento em um esporte automobilístico mundial.
Esta recomendação dura até 1º de julho de 2009′


Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *