F1: FIA considera recorrer de decisão da Justiça francesa

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou que está estudando a possibilidade de recorrer da decisão da Justiça francesa, que revertou nesta terça-feira as punições impostas a Flavio Briatore e a Pat Symonds pelo Conselho Mundial da entidade, no ano passado.

Acusados de terem armado um acidente proposital de Nelsinho Piquet a fim de beneficiar Fernando Alonso no GP de Cingapura de 2008, Symonds e Briatore haviam tomado duras punições – enquanto o primeiro deveria ficar afastado do automobilismo por cinco anos, o segundo jamais poderia retornar a competições organizadas pela FIA.

Agora, entretanto, ambos estão livres novamente, sob o argumento de que haviam sofrido perseguição pessoal do presidente da FIA à época, Max Mosley. “A decisão da Corte não é aplicável até que as opções de recursos da FIA estejam esgotadas. Até lá, o que o Conselho Mundial de Esporte a Motor decidiu continua a valer”, argumentou a entidade que rege o automobilismo no mundo, através de nota oficial.

“Vamos também adotar medidas para evitar que pessoas envolvidas em atividades perigosas como essa ou em trapaças intencionais participem da Fórmula 1 no futuro. Estamos estudando atentamente as possibilidade de aelação neste ponto”, destaca o documento.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *