F1: FIA convoca McLaren. Que fica decepcionada

A FIA anunciou nesta quinta-feira (12/07), que convocou a McLaren para responder ao Conselho Mundial de Automobilismo perguntas sobre o escândalo de espionagem, que tem o projetista chefe da equipe, Mike Coughlan, como um dos pivôs, junto com o ex-chefe de mecânicos da Ferrari, Nigel Stepney.

 


A audiência, marcada para o dia 26 de julho, decepcionou a McLaren, que distribuiu uma nota na parte da tarde. Confira a nota:


“A McLaren está extremamente desapontada por ter sido chamada pela FIA para responder pela acusação de estar em posse de certos documentos e de informações confidenciais pertencentes à Ferrari. Enquanto deseja continuar sua cooperação plena com qualquer investigação sobre esse assunto, quer realmente deixar bem claro que os documentos e a informação confidencial estavam apenas em posse de um funcionário atualmente suspenso, e nenhum elemento foi usado nos carros de F-1 da McLaren.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *