F1: FIA encerra carreira de Yuji Ide na F-1

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) revogou a superlicença do piloto japonês Yuji Ide. O anúncio foi feito pela Super-Aguri, nesta quarta-feira (10/05), equipe pela qual o piloto disputou 4 GPs nesta temporada.

 


A FIA já havia pedido a sua substituição para o GP da Europa, o que a Super-Aguri cumpriu a risca. Agora a entidade máxima do automobilismo mundial encerrou de vez a curta carreira do piloto na F-1.


 


Ide ficou notabilizado por rodar em praticamente todos os treinos e corridas no inicio da atual temporada. O estreante, bastante reputado em seu país em competições de turismo, mas com pouca experiência em carros monopostos se tornou uma temeridade para os demais pilotos.


 


Na largada para o GP de San Marino ele bateu na traseira do carro do holandês Christjian Albers, da MF1. O holandês capotou diversas vezes, e felizmente saiu do carro sem nenhum ferimento. Mas o medo do japonês provocar um sério acidente, ou mesmo se acidentar levou a FIA a abreviar a sua carreira na F-1.


 


A Super-Aguri também anunciou que o francês Frank Montagny continua na equipe nos próximos dois GPS, na Espanha e Mônaco.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *