F1: FIA promete investigar carro da McLaren

A investigação do caso de espionagem na Fórmula 1 está longe de chegar ao fim. O presidente da FIA, Max Mosley, anunciou na manhã desta quarta-feira que irá contratar especialistas para verificar se o modelo do carro que será utilizado pela McLaren na próxima temporada contém propriedade intelectual da Ferrari.

A McLaren perdeu todos os pontos conquistados no Campeonato de Construtores deste ano devido à confirmação de que o projetista-chefe da equipe, Mike Coughlan, recebeu informações confidenciais, de Nigel Stepney, ex-engenheiro da Ferrari.


Porém, a especulação de uma possível exclusão da equipe de Ron Dennis da próxima temporada ainda está sob júdice do Conselho Mundial da FIA, que espera a verificação do modelo preparada para 2008 para dar seu veredito final, que deve sair em dezembro.


“Os dados da Ferrari estavam nas mãos do projetista-chefe da McLaren exatamente no momento em que ele estava criando o design do modelo de 2008. A grande dificuldade é que não iremos achar o design exato, mas sim idéias. E é isso que iremos procurar, já que é preciso apenas uma idéia para criar um novo componente, devido a igualdade de tecnologia que há atualmente no mundo automobolístico”, disse Mosley, em entrevista à rede de TV britânica BBC.


Apesar da preocupação para ter certeza de que a espionagem não beneficiou a McLaren, Mosley declarou que a equipe pode não ser excluída, mesmo que seja comprovada a irregularidade.


“Usaremos especialistas para termos 100% de certeza de que nenhum elemento da Ferrari foi utilizado no novo modelo. Se acharmos alguma coisa, teremos de tomar uma atitude. Mas não necessariamente iremos impedí-los de disputar o campeonato”, afirmou.


Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *