F1: FIA quer ‘para-brisa’ no cockpit, inspirada por acidente de Massa, diz revista

O acidente de Felipe Massa em 2009, que arriscou a vida do piloto brasileiro e o tirou de ação por meia temporada, ainda é alvo de preocupação pela Federação Internacional de Automobilismo. Por isso, a entidade estuda fazer uma proteção para os cockpits, para evitar casos como o do ferrarista.

No GP da Hungria de 2009, uma mola caiu do carro de Rubens Barrichello, quicou pelo asfalto e foi de encontro com o capacete de Felipe Massa. O piloto da Ferrari ficou desacordado, bateu forte no muro e, levado ao hospital, passou por intervenção cirúrgica para evitar maiores problemas. Massa só retornou às pistas oficialmente na abertura do Mundial de 2010.

Segundo a revista italiana Autosprint, a FIA quer proteger os pilotos deste tipo de acidente. A solução seria fazer uma proteção com material que resultaria num pára-brisa.

A solução teria ainda de se adequar á aerodinâmica do carro, também evitando que se perca parte da visibilidade do piloto.

O caso de Massa não foi único, já que na F-2 o piloto Henry Surtees foi morto quando um pneu atingiu seu cockpit, na mesma época. “Não digo que precisamos cobrir completamente, mas talvez possamos fazer algo para evitar que pneus batam em nossas cabeças”, disse Massa, após se recuperar de lesão.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *