F1: Force India deve promover testes nas últimas corridas da temporada


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Com alguns resultados já revelados, os GPs do Brasil e de Abu Dhabi devem servir para algumas equipes testarem equipamentos e promoverem mudanças nos carros já visando a próxima temporada da Fórmula 1. A Force India é uma dessas escuderias. Garantida no quarto lugar da competição de construtores, os dois próximos Grandes Prêmios serviram para trabalhar “coisas arriscadas”, segundo alguns engenheiros da equipe.

Em entrevista concedida ao AutoSport, o diretor de operações da Force India, Otmar Szafnauer valorizou o feito da equipe nesta temporada, mas prometeu novidades. “O que fizemos foi muito digno e a conquista é gratificante. Agora vamos pensar de uma forma um pouco diferente nas corridas que restam e fazer algumas experiências, mudanças e testes, visando o próximo ano e um rendimento ainda melhor dos nossos carros”, disse o dirigente.

Questionado sobre o risco que corria com as mudanças, Szafnauer decretou que a temporada chegou ao fim para Force India e esse é o momento de fazer tudo. “Posso dizer que os componentes que vamos tentar são mais arriscados e podem dar alguma diferença. Apesar disso, é o que eu sempre digo, vamos em frente e fazer o que pensamos. Se não der certo, perder um tempo em uma sexta-feira não faz mais falta”, apontou o diretor.

As primeiras posições se tornaram algo comum para Sergio Perez e Esteban Ocon, que terminaram em quinto e sétimo, respectivamente, no GP do México. Na temporada, a Force India teve seus dois pilotos pontuando em 15 das 18 corridas disputadas até agora. No entanto, o vice-presidente da escuderia, Bob Fernley, pediu uma temporada mais consistente nas atualizações do carro, visando melhores resultados.

“Tivemos um bom início, mas uma queda gradual com o passar das corridas. As melhorias que gostaríamos de ter acabaram não sendo efetivas nos GPs que queríamos e a a evolução aconteceu apenas na perna asiática da temporada. Mesmo assim, tivemos um bom resultado com os pilotos e a quarta melhor escuderia”, disse Fernley, que fez uma previsão da próxima temporada. “O próximo campeonato será muito mais difícil. Além das equipes sempre fortes, vejo que a McLaren virá com um chassi muito forte e melhorias com a Renault“, completou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *