F1: Force India testa jovens e coloca vagas para 2010 em aberto

Em meio a muitos pilotos que na semana que vem estarão em Jerez de la Frontera apenas se ambientando a um carro de Fórmula 1, os dois jovens da Force India, o escocês Paul di Resta e o norte-americano J.R. Hildebrand, terão a grande chance de garantir uma vaga na categoria. Pelo menos é o que garante o dono da Force India, Vijay Mallya.

Entre 1 e 3 de dezembro, apenas pilotos que jamais realizaram três corridas na Fórmula 1 poderão experimentar os carros em Jerez. Isso levará à pista automobilistas sem ambições imediatas de integrarem a categoria, como o britânico Daniel Ricciardo (Red Bull), os italianos Daniel Zampieri, Marco Zipoli e o mexicano Pablo Sánchez (Ferrari). Na Force India, porém, um cockpit pode estar em jogo, contanto que Di Resta e Hildebrand brilhem.

“Ambos mostraram-se excelentes no simulador, e não tivemos hesitações em oferecer-lhes esses treinos valiosos”, afirmou Mallya, que ainda não confirmou nenhum piloto titular para a próxima temporada. “Estamos confiantes em que eles irão bem, e buscaremos um papel permanente para eles em 2010”.

Anteriormente, era previsto que a Force India experimentasse no circuito espanhol Karun Chandhok, da Índia, e o suíço Neel Jani, com ascendência do país. O mandatário, nesse contexto, descartou novamente que a nacionalidade seja um critério de seleção para a equipe. “É talento e dedicação, e isso nós vimos bastante nesses dois (Di Resta e Hildebrand)”.

Na comparação dos jovens, o escocês, de 23 anos, parece mais perto de competir na Fórmula 1. Terceiro colocado do último Campeonato Alemão de Turismo (DTM), ele tem patrocínio da Mercedes-Benz, fornecedora de motores para Mallya, e por isso era piloto de testes da McLaren. Já o norte-americano, nascido em 1988, já participou da Indy Lights e no ano passado ficou em quarto na A1GP com o time de seu país.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *