F1: Governo inglês poderia ajudar a salvar a Honda

Em busca de um comprador para a estrutura de sua equipe de Fórmula 1, a Honda poderia contar com a ajuda do governo da Inglaterra para se alinhar no grid da temporada 2009. De acordo com o jornal The Guardian, a montadora japonesa está pleiteando uma parte da ajuda de 2,3 bilhões de libras que o governo local está oferecendo para ajudar a indústria automotiva a enfrentar a crise mundial.

As negociações, inclusive, já estão sendo realizadas com Departamento de Negócios, Empresas e de Reforma Regulamentar (BERR) – de acordo com um comunicado da equipe publicado pelo jornal, já ocorreram vários encontros durante o último mês. “Não há razão que impeça a Honda de se candidatar”, comentou um porta-voz da entidade.

“Qualquer empresa da indústria automotiva ou em sua cadeia de abastecimento com um volme de negócios com mais de 25 milhões de libras, que movimente R$ 80 milhões ou mais é apta a se qualificar, desde que tenha um um projeto viável para atender aos objetivos do pacote. Todas as propostas serão analisadas caso a caso”, destacou.

Baseada na cidade inglesa de Brackey, a equipe de Fórmula 1 da Honda possui 700 empregados e um orçamento anual de 200 milhões de libras. Além dos 25 milhões, outros critérios para uma empresa se candidatar é ter propostas de inovação, reduzir emissões de carbono e gerar empregos.

A Honda anunciou o encerramento de suas atividades na Fórmula 1 no começo de dezembro. Desde então, os funcionários do time procuram um comprador para poder seguir na categoria máxima do automobilismo mundial. Especulava-se que o prazo máximo para alinhar-se no GP da Austrália, abertura do campeonato, era 31 de janeiro, mas a própria equipe negou a informação e disse não haver datas, ressaltando que está trabalhando no carro que pode ser usado nessa temporada.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *