F1: Grande Prêmio do Brasil Heineken de Fórmula 1 2019

 

A Equipe Renault de F1 está em São Paulo para a 20ª prova do Campeonato Mundial FIA de Fórmula 1 2019, o Grande Prêmio Heineken do Brasil.

São Paulo
– Interlagos tem sediado o GP do Brasil todos os anos, desde 1990.
– Até 1990, o GP do Brasil era realizado alternadamente em Interlagos e no Autódromo de Jacarepaguá. Localizado no Rio de Janeiro, o circuito sediou a etapa brasileira da F1 nos anos de 1978, 1981 e 1989.
– O GP do Brasil foi organizado pela primeira vez em Interlagos em 1973.
– Interlagos é famoso pelas mudanças de elevação. Cada volta do circuito de 4.309 km tem uma elevação de 43m. Durante a prova de 71 voltas, os pilotos sobem um total de 3.000m, o que supera a altura do ponto mais alto do Brasil, o Pico da Neblina.
– Além disso, 3.000m é a altura máxima que um helicóptero comercial comum pode voar. São Paulo tem a maior frota de helicópteros do mundo. Os 500 helicópteros autorizados a voar na cidade chegam a fazer 700 voos por dia.

Os pilotos
– Nico Hülkenberg teve performances memoráveis em Interlagos durante toda sua carreira na Fórmula 1.
– Em 2010, quando era novato, o piloto alemão conquistou sua primeira pole position na Fórmula 1, dominando as condições de pista úmida e seca ao assumir o primeiro lugar no grid, por 1,049 s.
– Em 2012, Nico liderou o Grande Prêmio do Brasil durante 30 das 70 voltas (42%), terminando em quinto.
– Antes de abandonar a prova no ano passado, Nico acumulou pontos em todos os GP do Brasil de sua carreira, com um total de 37 pontos (média de 4,63 pontos por corrida).
– Daniel Ricciardo exibiu algumas belas performances em ultrapassagens no Brasil. Sua melhor colocação em Interlagos foi um quarto lugar, em 2018, quando ele subiu sete colocações a partir da 11ª posição no grid. Em 2017, ele pulou da 14ª para a 6ª posição.
– Já o jovem piloto da Renault Sport Academy, o brasileiro Caio Collet, pilotou um carro de F1 equipado com o motor E20 com a configuração de 2012 durante o F1 Fan Festival, no sábado passado. O jovem paulistano estará junto da equipe durante todo o fim de semana em Interlagos.

Do outro lado do mundo…
– A mais de 11.175 milhas de distância, os pilotos Max Fewtrell e Christian Lundgaard da Renault Sport Academy estão competindo no 66º GP de Macau, pelo Campeonato Mundial FIA de Fórmula 3.
– Ambos os pilotos estão fazendo sua estreia na prova realizada nos 6,2 km do Circuito de Gaia. Max está correndo pela Hitech e Christian pela ART Grand Prix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *