F1: Heidfeld diz que caso da Renault é ‘muito louco’

Nick Heidfeld (BMW) não parece acreditar ser possível que um piloto tenha batido o carro de propósito para favorecer a equipe.

“É difícil saber o que está acontecendo na F-1 e isso que aconteceu com a Renault é algo muito louco. Não sabemos o que isso irá acontecer, se Nelsinho Piquet fez de propósito, e como ele será penalizado”, disse Heidfeld.

O alemão não entende porque a investigação começou tão tarde. “Logo depois da corrida, no briefing com engenheiros, discutimos que tudo parecia muito estranho. Se foi de propósito, ele fez uma boa manobra”, acrescentou.

Fonte: Amigos da Velocidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *