F1: Hulkenberg e Verstappen usarão peças de motor da Renault de 2018

A Renault irá testar algumas peças que estão previstas nos motores do ano que vem neste domingo, no GP dos EUA de Fórmula 1. Nico Hulnkenberg, piloto da escuderia francesa, e Max Verstappen, da Red Bull, irão à pista no Texas com as mudanças que implicarão em uma punição para ambos os pilotos.

Por conta das mudanças no motor, Nico Hulkenberg perderá 20 posições no grid de largada, enquanto Max Verstappen será penalizado com 15 posições. Além deles, Brendon Hartley, novato da Toro Rosso, e Stoffel Vandoorne, da McLaren, também largarão atrás por modificar peças de suas unidades de potência.

Cliente da Renault, a Red Bull espera que os motores da próxima temporada possam fazer frente à Mercedes e Ferrari, que polarizaram a disputa do campeonato em 2017. A McLaren também será outra equipe abastecida por motores franceses, dando fim ao contrato com a Honda, fato fundamental para a renovação de contrato de Fernando Alonso.

Cyril Abiteboul, chefe de equipe da Renault, explicou o plano da montadora francesa com as modificações nos motores atuais com peças que serão introduzidas em 2018.

“Está relacionado com o motor de combustão interna e são partes que estão em linha com o que foi melhorado para 2018. Não é tudo o que usaremos em 2018, mas é um passo nessa direção e uma melhora em termos de rendimento e de estabilidade mecânica”, afirmou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *