F1: Jenson Button vence GP da Austrália

O britânico Jenson Button (McLaren) venceu neste domingo (18/03), o GP da Austrália, em Albert Park, etapa de abertura da temporada. O alemão Sebastian Vettel (Red Bull) e o britânico Lewis Hamilton (McLaren) completaram o pódio.

Button assumiu a liderança na primeira curva, ao superar o pole Hamilton, se logo abriu três segundos de vantagem. O campeão de 2009 só perdeu a ponta depois, por alguns minutos, durante a primeira parada nos boxes, para troca de pneus.

Na segunda rodada de pit stops, que começou pouco antes da entrada do Safety-Car (Na 37ª volta, devido ao carro parado do russo Vitaly Petrov na reta dos boxes), Vettel ganhou a segunda posição de Hamilton. Ele aproveitou a nova regra, que permite a entrada nos boxes nas duas primeiras voltas com o SC na pista. Button e Hamilton haviam entrado juntos, pouco antes do carro de segurança ir para a pista.

Nas voltas finais Hamilton suportou a pressão do australiano Mark Webber (Red Bull), garantindo a última vaga no pódio. Webber também aproveitou a parada em SC, para ganhar a posição de Alonso.

Após errar no treino classificatório, e alinhar em 12º, o espanhol Fernando Alonso (Ferrari) terminou em 5º. O bicampeão foi muito pressionado pelo venezuelano Pastor Maldonado (Williams) nas voltas finais. Porém na última volta, Maldonado errou, perdeu o controle do carro e bateu forte no muro.

Os destroços do Williams, espalhados pela pista, causaram uma enorme confusão. O alemão Nico Rosberg (Mercedes), que vinha em 6º, foi o maior prejudicado, ao ter um pneu furado, e perder várias posições. Foi o 12º.

O japonês Kamui Kobayashi (Sauber) terminou em 6º, seguido pelo finlandês Kimi Raikkonen (Lotus). Em seu retorno a F-1, depois de dois anos, o campeão de 2007, superou o erro do treino classificatório (alinhou em 17º), com uma ótima prova de recuperação.  O mexicano Sergio Perez, com a mesma estratégia de apenas uma parada nos boxes que seu parceiro Kobayashi, foi o 8º.

O australiano Daniel Ricciardo (Toro Rosso), em 9º, marcou os seus primeiros pontos na categoria. O escocês Paul di Resta (Force India) fechou a zona de pontos.

Os brasileiros Felipe Massa (Ferrari) e Bruno Senna (Williams) se enroscaram em uma disputa por posição na 48ª volta. Os dois foram imediatamente para os boxes. Com a frente e a lateral avariadas, Massa abandonou nos boxes. Senna ainda continuou na prova, mas retornou aos boxes na 58ª volta, abandonando.

Senna já tinha a corrida comprometida desde a primeira volta, quando se envolveu em uma confusão com Ricciardo, o alemão Nico Hulkenberg (Force India) e a outra Toro Rosso, do estreante francês Jean-Eric Vergne.

Massa começou bem a prova, aproveitando as confusões iniciais para ganhar posições e aparecer em 8º. Mas logo após a primeira parada nos boxes, o piloto começou a sofrer com a falta de rendimento dos pneus, não conseguindo retornar a zona de pontos.

O francês Romain Grosjean (Lotus), que alinhou em 3º, abandonou logo na 3ª volta, depois de um toque com Maldonado. O alemão Michael Schumacher (Mercedes), que dividiu a segunda fila com Grosjean, vinha em uma ótima prova, em 3º, até seu carro ter problemas e o heptacampeão abandonar na 11ª volta. A Mercedes, que começou a prova com a perspectiva de uma grande resultado, saiu da Austrália zerada.

Button lidera o campeonato com 20 pontos, seguido por Vettel com 18.

A segunda etapa acontece no próximo domingo, na Malásia. 

Final:

1: Jenson Button (ING/McLaren) – 58 voltas em 1h34min09s565
2: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – a 2s100
3: Lewis Hamilton (ING/McLaren) – a 4s000
4: Mark Webber (AUS/Red Bull) – a 4s500
5: Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 21s500
6: Kamui Kobayashi (JAP/Sauber) – a 36s700
7: Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) – a 38s000
8: Sergio Perez (MEX/Sauber) – a 39s400
9: Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso) – a 39s500
10: Paul Di Resta (ESC/Force India) – a 39s700
11: Jean-Eric Vergne (BEL/Toro Rosso) – a 39s800
12: Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 57s600
13: Pastor Maldonado (VEN/Williams) – acidente
14: Timo Glock (ALE/Marussia) – a 1 volta
15: Charles Pic (FRA/Marussia) – a 5 voltas
16: Bruno Senna (BRA/Williams) – a 6 voltas

Abandonos:
Felipe Massa (BRA/Ferrari) na 47ª volta
Heikki Kovalainen (FIN/Caterham) na 42ª
Vitaly Petrov (RUS/Caterham) na 37ª
Michael Schumacher (ALE/Mercedes) na 11ª
Romain Grosjean (FRA/Lotus) na 2ª
Nico Hulkenberg (ALE/Force India) na 1ª

Volta mais rápida: Button, 1m29s187

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *