F1: Jornal inglês diz que Hamilton evitou pagar impostos em compra de jato


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Tetracampeão mundial de Fórmula 1 e um dos esportistas mais bem pagos do mundo, o piloto Lewis Hamilton se vê em meio a uma polêmica investigação em seu país. Segundo divulgado pelo jornal britânico The Guardian, o atleta é suspeito de se beneficiar de um esquema em conjunto com paraísos fiscais para evitar o pagamento de impostos na compra de seu jato, uma aeronave do modelo Bombardier CL605 Challenge, em 2013.

A investigação está sendo feita pela direção-geral do Tesouro e Finanças britânica e foi denunciada pelo Paradise Papers, grupo comandando pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ) e que divulga casos de manobras fiscais de celebridades, políticos e esportistas renomados.

Segundo a investigação, Lewis Hamilton teria evitado pagar 3,3 milhões de libras (R$ 14,2 milhões) na compra da aeronave, que é avaliada em sua totalidade em 16,5 milhões de libras (R$ 70,98 milhões). Os profissionais que trabalham com o atleta teriam usado empresas fictícias nas Ilhas Virgens Britânicas, Ilha de Man e Guernsey para diminuir os preços na importação do jato do Canadá para o Reino Unido.

Com o esquema, o piloto teve este valor ressarcido por estes países. Posteriormente, esta aeronave seria alugada por uma empresa britânica, que se responsabilizaria pelos serviços de voo e tripulação. No entanto, na prática, Hamilton estaria alugando os serviços do próprio jato, que estaria oficialmente vinculado a estas companhias fictícias.

Segundo o piloto, a compra foi realizada com a orientação de profissionais contratados, que são especialistas neste tipo de operação fiscal. Por isso, acredita-se que Hamilton não esteja diretamente ligado com o esquema de facilitação no pagamento de impostos. O britânico ainda nega a criação de empresas fictícias e reitera que as autoridades das Ilhas de Man estiveram presentes em todos os processos da negociação.

Fonte: Gazeta Esportiva

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *