F1: Kimi Räikkönen é pole em Spa

O finlandês Kimi Räikkönen, da Ferrari, conquistou a pole position do Grande Prêmio da Bélgica, em sessão classificatória realizada neste sábado, no autódromo de Spa-Francorchamps. Com um melhor tempo de 1min45s994, o finlandês conquistou uma vantagem de aproximadamente 0s01 para o segundo colocado.

Completando a primeira fila aparece seu companheiro na Ferrari, Felipe Massa. Com uma melhor marca de 1min46s011, ele conseguiu superar um de seus principais adversários, Fernando Alonso, da McLaren, que sai em terceiro.

No início dos treinos de classificação, Massa teve pouco tempo de pista. O piloto brasileiro aguardava dentro do cockpit, enquanto os mecânicos da escuderia trabalhavam incessantemente em seu carro. Nos últimos minutos, ele teve que apressá-los para poder registrar um tempo que o levasse à fase seguinte.

Quem também enfrentou problemas na classificação foi Alonso, que perdeu sua volta rápida na última parte do treino quando rodou na Rivage. O espanhol, no entanto, conseguiu controlar o carro sem causar mais danos ao seu treino. Sua melhor marca ficou a apenas 0s097 daquela registrada por Räikkönen, lhe rendendo a terceira posição no grid.

“Estou bastante contente com o tempo de hoje, especialmente porque cometi um erro na primeira tentativa”, disse Alonso após a sessão classificatória. “Logo, eu tinha apenas um jogo de pneus. Fiquei com receio de cometer um erro e não largar entre os primeiros. Por isso esta última volta foi um pouco mais estressante.”

Completando a segunda fila aparece o companheiro de Alonso na McLaren, Lewis Hamilton, que com um melhor tempo de 1min46s406, fecha os quatro melhores no grid de largada.

O brasileiro Rubens Barrichello, da Honda, não conseguiu nem mesmo passar para a segunda parte da classificação. Com um desempenho ruim, ele registrou somente a 18ª marca da sessão nos minutos finais. Em 1min47s954 ele perdeu a “disputa” com seu companheiro, o inglês Jenson Button, que larga em 13º, com 1min46s955.

O polonês Robert Kubica, da BMW, perderá dez posições devido a uma troca de motor, que apresentou problemas logo após o início da terceira e última sessão de treinos livres. O polonês teve que parar quando estava completando sua primeira volta, ao observar que estava saindo fumaça de seu veículo.

Confira o grid de largada:

1. Kimi Räikkönen – Ferrari, 1:45.994
2. Felipe Massa – Ferrari, 1:46.011
3. Fernando Alonso – McLaren, 1:46.091
4. Lewis Hamilton – McLaren, 1:46.406 
5. Nico Rosberg – Williams, 1:47.334
6. Nick Heidfeld – BMW, 1:47.409
7. Mark Webber – Red Bull, 1:47.524
8. Jarno Trulli – Toyota, 1:47.798
9. Heikki Kövalainen – Renault, 1:48.505
10. Giancarlo Fisichella – Renault, 1:46.603
11. Ralf Schumacher – Toyota, 1:46.618
12. David Coulthard – Red Bull, 1:46.800
13. Jenson Button – Honda, 1:46.955
14. Vitantonio Liuzzi – Toro Rosso, 1:47.115
15. Robert Kubica – BMW, 1:46.996*
16. Alexander Wurz – Williams, 1:47.394
17. Sebastian Vettel – Toro Rosso, 1:47.581
18. Rubens Barrichello – Honda, 1:47.954
19. Takuma Sato – Super Aguri, 1:47.980
20. Adrian Sutil – Spyker, 1:48.044
21. Anthony Davidson – Super Aguri, 1:48.199
22. Sakon Yamamoto Spyker, 1:49.577

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *