F1: Kubica saberá em agosto quando retorna às pistas, diz médico

Médico responsável pela reabilitação de Robert Kubica, Riccardo Ceccarelli afirmou, em entrevista ao jornal italiano Gazzetta Dello Sport, que a definição sobre o possível retorno do piloto às pistas sairá em agosto, durante as férias de verão da F-1.

O polonês deve receber alta em cerca de uma semana do Hospital Santa Corona (Itália), onde está internado desde o dia 6 de fevereiro, data em que sofreu um grave acidente de rali. Kubica passou por três cirurgias nestes dois meses de internação, visando principalmente à reconstrução de sua mão direita.

“Vamos saber [do retorno à F-1] seis meses depois do acidente. Precisamos esperar a natureza seguir o seu curso, ainda que, conhecendo Robert, estamos confiantes na sua força de recuperação”, afirmou Ceccarelli.

O médico ressaltou ainda que é complicado estabelecer uma data para a recuperação total de Kubica, uma vez que o piloto quase perdeu sua mão no acidente e passou por uma cirurgia complicada no local.

“Reconstruir os nervos é o processo mais longo, então é difícil entender como será nos primeiros meses. Ele tem boa sensibilidade, mas não em todos os pontos. Mas a mão está lá, e vai recuperar a sua boa funcionalidade”, explicou o médico, que revelou ainda a rotina de Kubica daqui para frente.

“O trabalho na academia vai ajudá-lo a se sentir um piloto de novo. Vamos manter o contato com as pessoas que o acompanharam durante os últimos meses, principalmente o Dr. Igor Rossello, que operou a mão direita”, disse Ceccarelli.

“Acertamos com uma equipe de pelo menos quatro pessoas disponíveis para acompanhá-lo de seis a oito horas por dia, e estamos adquirindo uma esteira especial que permite colocar a carga na perna direita apenas parcialmente. Por causa de seus problemas na perna, ombro e cotovelo, Robert combina três pacientes em um só”, concluiu o médico.

Fonte: Médico responsável pela reabilitação de Robert Kubica, Riccardo Ceccarelli afirmou, em entrevista ao jornal italiano Gazzetta Dello Sport, que a definição sobre o possível retorno do piloto às pistas sairá em agosto, durante as férias de verão da F-1.

O polonês deve receber alta em cerca de uma semana do Hospital Santa Corona (Itália), onde está internado desde o dia 6 de fevereiro, data em que sofreu um grave acidente de rali. Kubica passou por três cirurgias nestes dois meses de internação, visando principalmente à reconstrução de sua mão direita.

“Vamos saber [do retorno à F-1] seis meses depois do acidente. Precisamos esperar a natureza seguir o seu curso, ainda que, conhecendo Robert, estamos confiantes na sua força de recuperação”, afirmou Ceccarelli.

O médico ressaltou ainda que é complicado estabelecer uma data para a recuperação total de Kubica, uma vez que o piloto quase perdeu sua mão no acidente e passou por uma cirurgia complicada no local.

“Reconstruir os nervos é o processo mais longo, então é difícil entender como será nos primeiros meses. Ele tem boa sensibilidade, mas não em todos os pontos. Mas a mão está lá, e vai recuperar a sua boa funcionalidade”, explicou o médico, que revelou ainda a rotina de Kubica daqui para frente.

“O trabalho na academia vai ajudá-lo a se sentir um piloto de novo. Vamos manter o contato com as pessoas que o acompanharam durante os últimos meses, principalmente o Dr. Igor Rossello, que operou a mão direita”, disse Ceccarelli.

“Acertamos com uma equipe de pelo menos quatro pessoas disponíveis para acompanhá-lo de seis a oito horas por dia, e estamos adquirindo uma esteira especial que permite colocar a carga na perna direita apenas parcialmente. Por causa de seus problemas na perna, ombro e cotovelo, Robert combina três pacientes em um só”, concluiu o médico.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *