F1: Lewis Hamilton sai na pole na Malásia

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) conquistou neste sábado (28/03), a pole-position para o GP da Malásia, em Sepang, etapa de abertura da temporada.

Devido à chuva, o Q1 começo com mais de meia hora de atraso. Com pneus intermediários, Hamilton fez o tempo de 1m49s834. Foi a segunda pole de Hamilton no ano, e 40ª na categoria.

O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) completa a primeira fila. O alemão Nico Rosberg (Mercedes) abre a segunda fila, seguido pelo australiano Daniel Ricciardo.

O russo Daniil Kvyat (Red Bull) divide a terceira fila com o holandês Max Verstappen (Toro Rosso). O brasileiro Felipe Massa (Williams) alinha em sétimo, seguido pelo francês Romain Grosjean.

O finlandês Vatteri Bottas (Williams) e o sueco Marcus Ericsson (Sauber) fecham os dez primeiros.

Após o treino, foi anunciada uma punição para Grosjean. Por uma ultrapassagem irregular nos boxes, o francês perdeu duas posições, e caiu para décimo. Bottas e Ericsson ganharam uma posição, cada.

Com o habitual tempo instável malaio, a Q2 se transformou em um “mini GP”, com todos os carros saindo juntos para a pista, e disputando posição. A chuva atingiu com força o autódromo logo após s pilotos completaram uma volta. Rosberg foi o mais rápido, seguido por Vettel, Bottas e Ricciardo. Hamilton ficou em oitavo.

O maior prejudicado foi o finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari), que em todos os treinos livres andou apenas atrás da Mercedes. Com o erro da Ferrari, que colocou o piloto em posição ruim para o começo do treino, Raikkonen larga apenas na 11ª posição.

O brasileiro Felipe Nasr (Sauber) não passou pela Q1, e alinha na 16ª posição. As duas McLaren, ainda com muitos problemas, também ficaram fora da Q2. O britânico Jenson Button sai na 17ª posição, seguido pelo parceiro de equipe, o espanhol Fernando Alonso.

A dupla da Manor depende de uma autorização da FIA para alinhar no grid amanhã. O espanhol Roberto Merhi fez um tempo 107% acima de Hamilton, e o britânico Will Stevens não marcou tempo. Como os carros andaram dentro dos 107% nos treinos livres, a FIA deve liberar a dupla para a prova.

Grid:

1: Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – 1min49s834
2: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) – 1min49s908
3: Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1min50s299
4: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) – 1min51s541
5: Daniil Kvyat (RUS/Red Bull) – 1min51s951
6: Max Verstappen (HOL/Toro Rosso) – 1min51s981
7: Felipe Massa (BRA/Williams) – 1min52s473
8: Valtteri Bottas (FIN/Williams) – 1min53s179
9: Marcus Ericsson (SUE/Sauber) – 1min53s261
10: Romain Grosjean (FRA/Lotus) – 1min52s981*
11: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – 1min42s173
12: Pastor Maldonado (VEN/Lotus) – 1min42s197
13: Nico Hulkenberg (ALE/Force India) – 1min43s022
14: Sergio Pérez (MEX/Force India) – 1min43s468
15: Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso) – 1min43s700
16: Felipe Nasr (BRA/Sauber) – 1min41s308
17: Jenson Button (ING/McLaren) – 1min41s635
18: Fernando Alonso (ESP/McLaren) – 1min41s745
19: Roberto Merhi (ESP/Manor Marussia) – 1min46s677
20: Will Stevens (ING/Manor Marussia) – sem tempo

*Perdeu duas posições por ultrapassagem irregular nos boxes

Foto: Mercedes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *